5 passos para viajar com a família sem fazer dívidas

Viajar com a família é tudo de bom, não é mesmo? É um momento que une pais e filhos ou que une o marido com a mulher, por exemplo. O fato é que viajar rejuvenesce, distrai, fortifica os laços familiares.

Só que quando o assunto chega na parte financeira, muitas famílias costumam ter problemas. Mesmo que não deveriam. Abaixo, fizemos uma lista com 5 passos que vão te ajudar nessa missão de viajar sem fazer dívidas, anote aí.

5 passos para viajar com a família sem fazer dívidas

1 – Prioridade

Prioridade. Antes de dar qualquer passo você precisa entender onde está a sua viagem na sua lista de prioridade.

Isso porque a sua família tem prioridades, com os gastos essenciais, como com luz e água. Mas, uma viagem pode ser uma prioridade que está à frente de trocar de casa, por exemplo.

Então, uma boa ideia é ter essa lista para ver onde o seu sonho de viajar com a família se encaixa.

2 – Viagem

Aqui vale citar a importância da viagem. Por exemplo, a viagem tem que ser um objetivo financeiro de toda a família. É preciso querer a viagem, se não, o planejamento da viagem não vai dar certo.

Então, o quanto vocês querem viajar no próximo ano? Por que isso é importante para a união da família? Para onde vocês sonham em ir? O que farão por lá?

Pergunte-se tudo isso e entenda porque essa viagem vai ficar marcada para sempre na história da família. Aí, com esse objetivo traçado, tudo ficará mais simples.

3 – Economia

A economia de dinheiro é outro passo. Porque você viu que a viagem é importante e viu que ela é uma prioridade. Agora, faça as contas e vê quanto dá para economizar por mês.

O segredo aqui é agregar valor à esse sonho, esse objetivo.

E isso você faz diminuindo outros gastos, como tomando banhos mais rápidos, evitando deixar luzes acessas, cozinhando mais rápido, passando roupas somente 1 vez por semana e até mesmo evitando gastos como comer fora todos os dias.

4 – Renda

Uma boa dica é fazer uma renda extra. Isso é possível, isso é legal, isso é totalmente saudável para toda a família.

Mesmo porque nem sempre ao enxugar os gastos vai ser possível poupar muito mensalmente. Toda família tem custos fixos e importantes, chamados de essenciais, como luz, água, etc.

Aí, entra o que pode fazer a diferença: a renda extra.

Você, assim como outro integrantes da família, podem buscar maneiras de ganhar algum dinheiro a mais. Mesmo que pouco porque no montante final fará diferença para que vocês realizem a viagem.

5 – Planejamento

Somente após concluírem os passos acima é que se deve montar o planejamento financeiro da viagem. Esse planejamento inclui, especialmente, o quanto vocês conseguem guardar por mês.

A partir disso, dá para ter uma ideia do montante final em determinado prazo de tempo. E com esse valor dá para pensar em vários lugares bacanas para visitar com a família. E dá para saber, até mesmo, por quanto tempo vocês poderão ficar por lá.

Entenda que antes de tudo é preciso criar a lista de prioridades, economizar dinheiro, saber a importância da viagem e, se possível, ganhar uma grana extra.