Veja 3 dicas para conseguir alugar o seu imóvel na baixa temporada

Nem todo mundo que compra um imóvel para alugar acaba tendo sucesso justamente porque esquece que existe uma grande sazonalidade no Brasil, que é formada pela alta temporada e baixa temporada. Isso quer dizer que o seu imóvel pode ficar dias sem ser alugado.

E, como você já deve ter notado, isso pode significar um grande prejuízo financeiro para você. Para evitar esse prejuízo e até mesmo que você se veja obrigado a vender o imóvel, a gente encontrou 3 dicas bem legais que podem te ajudar a alugar o imóvel até mesmo na baixa.

São dicas que tem a ver, basicamente, com a divulgação do seu aluguel e com os seus possíveis clientes. Continue lendo e veja uma luz no fim do túnel para você que está há muito tempo sem alugar o seu imóvel.

1 – Os canais de divulgação do aluguel do imóvel

Os canais de divulgação e comunicação que você vai usar para divulgar o seu imóvel é muito importante. Quando a gente pensa em custo-benefício, por exemplo, saiba que estar presente na internet é bem importante.

Inclusive, atualmente, a maioria das pessoas fazem buscas através desses canais. Você já deve ter ouvido falar de Facebook, Instagram, Booking, TripAdvisor, Airbnb, não é mesmo? Essas são as principais plataformas de divulgação. E a boa notícia é que a maioria é gratuita.

2 – Os grupos específicos de pessoas

Veja 3 dicas para conseguir alugar o seu imóvel na baixa temporada

Você também tem que pensar em grupos específicos de pessoas que podem alugar o seu imóvel. Um deles é o de estudantes, que vamos tratar no tópico abaixo. Mas, também há grupos diferenciados, como de palestrantes, de professores, de casais novos, de famílias grandes e até mesmo de nômades digitais, por exemplo.

Você tem que entender onde você está localizado e quem é que pode ter interesse no seu imóvel. Isso quando a gente fala de lugares que não são turísticos, né. Porque nesses casos, a procura, geralmente, vai ser grande e efetiva durante boa parte do ano.

O único problema será na baixa temporada. Mas, aí, você pode fazer parcerias com excursões, empresas e grupos para fechar pacotes que sejam bons para você e para eles também.

3 – Os estudantes

Os estudantes formam um grupo bem interessante de possíveis inquilinos. Isso porque eles podem alugar imóveis em tudo quanto é lugar do país e de vários tamanhos e modelos. É claro que eles preferem os mais versáteis, mas isso não é regra.

O fato é que se a gente fala de uma cidade com muitas universidades já é um indício de que existe a possibilidade de inquilinos estudantes. Agora, se nesses lugares o aluguel é caro até se você tiver um imóvel numa cidade ao lado pode ser uma boa ideia.

E sem contar ainda com o fato de que os estudantes podem fazer cursos de curta duração em outros locais, distante de onde moram e de onde estudam com frequência. Por isso, você pode sim começar a pensar em um plano para deixar o imóvel que você tem ótimo para estudantes.