Saiba qual é a diferença entre o Serasa, o SPC e o Boa Vista

A ideia do conteúdo de hoje é falar sobre qual é a diferença entre as siglas Serasa, SPC e Boa Vista. Você já deve ter ouvido falar disso no mercado financeiro e deve, inclusive, ter ficado com receio, né? Afinal, todos são órgãos de proteção ao crédito, o que acaba lembrando algo como “nome sujo” também.

E é verdade que todo mundo ouve falar bastante esses nomes. Só que a ideia de hoje é muito mais do que simplesmente falar das siglas. A gente vai ver o que realmente significa cada um desses nomes e por que eles são importantes no mercado.

Saiba qual é a diferença entre o Serasa, o SPC e o Boa Vista

E vamos começar pelo SPC, depois seguiremos para os outros. Bora lá!

SPC (SERVIÇO DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO)

O SPC é o Serviço de Proteção ao Crédito. Historicamente, ele existe desde o ano de 1955 no Brasil. E tem como principal objetivo concentrar os dados do comércio brasileiro. Por isso, a ideia não é sujar o nome das pessoas. Ao menos, não a ideia central, ok?

Vale lembrar que esse Serviço tem informações relevantes do nosso mercado financeiro. Como os cheques protestados, que é quando a empresa notifica na justiça que o pagamento de uma dívida não foi feito. Aí, o devedor fica com o famoso nome sujo.

Outra atividade é que eles notificam os cheques sem fundo. E daí por diante.

BOA VISTA – OU SCPC (SERVIÇO CENTRAL DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO)

O SCPC é bem parecido com o SPC, sendo que fornece dados sobre a saúde financeira dos consumidores para lojas e bancos. Eles fazem isso dando mais segurança para essas empresas.

Assim, elas podem oferecer opções de vendas a prazo, financiamentos ou empréstimos com base no estudo sobre o histórico financeiro das pessoas. Inclusive, as pequenas e micro empresas têm usado esse serviço para dar crédito.

Basicamente, funciona assim: após fazer um cadastro no órgão, o empresário tem acesso à uma grande listagem de CPFs. Aí, ele pode consultar os dados financeiros das pessoas. Então, por isso é que elas conseguem aprovar ou não os pedidos de crédito.

SERASA (CENTRALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE BANCOS)

Temos também o Serasa. Ele foi criado em 1968 por meio de uma parceria entre a Associação de Bancos do Estado de São Paulo e a Federação Brasileira das Associações de Bancos.

Agora, o Serasa Experian é um banco de dados que reúne informações das pessoas. E isso é importante porque ele lista aquelas que possuem dívidas com instituições financeiras também.

As semelhanças entre os serviços

Assim, dá para notar que todos os serviços citados são parecidos. Eles possuem listas com nomes de pessoas negativadas. Sejam pessoas físicas ou até mesmo empresas, que são pessoas jurídicas. E assim dá linhas gerais de casos e riscos de inadimplência.

Portanto, a ideia está muito além de simplesmente sujar o nome das pessoas. A ideia é dar segurança ao mercado financeiro, especialmente aos lojistas e comerciantes.

Tanto é que todos esses serviços estão atuando fortemente na área de educação financeira, se colocando ao lado das pessoas, negativadas ou não.