Saiba o que fazer quando perder os documentos pessoais

Perder os documentos é um hábito muito comum e triste na vida de muitas pessoas. Mas, você qual é o próximo passo a ser dado após isso acontecer? Será que é preciso fazer um BO (Boletim de Ocorrência) ou correr para emitir a 2ª via.

Mesmo porque ficar sem documentos não dá mesmo, né. O RG, por exemplo, é um dos mais usados e serve como comprovante oficial enquanto que a CNH é uma identidade obrigatória para todos os motoristas do país. Portanto, vamos focar: o que fazer quando se perde os documentos?

Tem um jeito bem bacana de proteger os seus documentos, mesmo depois de terem sido perdidos ou roubados. Quer saber como? Confira as próximas linhas para entender isso e ver como é possível manter a segurança dos seus documentos pessoais.

O Boletim de Ocorrência

Para você que teve os documentos perdidos ou roubados, considere que sim: vai ter que fazer aquela missa de passar na delegacia para fazer o bom e velho BO. Depois, ainda será preciso fazer todos os documentos de novo.

Só que você sabia que não é só isso que é preciso fazer? Tem muita gente que, infelizmente, age de má fé e acaba cometendo crimes financeiros a partir de números de documentos, como o RG. É uma verdadeira fraude que acontece no seu nome.

Portanto, a 1ª coisa que você já sabe que tem que fazer é: passar na delegacia e fazer aquele BO. Em vários estados, dá para fazer isso pela internet. Mas, também dá para optar pelo caminho mais tradicional, sendo: ir à delegacia mais próxima.

A outra coisa que você precisa fazer, e que muita gente não sabe, é emitir um alerta na Serasa. O alerta serve para avisar o mercado que seus documentos que estão rodando por aí, na mão de pessoas mal intencionadas.

Alertas no Serasa

Então, se alguém for fazer uma compra no seu nome e a empresa te consultar na Serasa, a pessoa que estiver lá atendendo vai poder exigir mais documentos do comprador, para que comprove as informações.

E você, que já foi lá no Facebook e fez aquele texto avisando Deus e o mundo que você perdeu os documentos, aproveita e avisa também o mercado financeiro de tal problema. Isso evita as fraudes!

Hoje existem 2 tipos de alerta: o provisório, que dura até 30 dias e o permanente, que dura até 5 anos. Os 2 podem ser feitos no site da Serasa,  mas para o alerta permanente, será preciso confirmar algumas informações a mais.

Cuidados para não perder os documentos

A gente nunca sabe quando esse tipo de situação pode acontecer. Mas, sempre tem alguns cuidados para a gente evitar esse tipo de situação. Por exemplo, quando você for sair, não leva os documentos originais na carteira.

Quando for passar um cartão de crédito, toma muito cuidado com a senha! Outra coisa muito legal que ajuda você a evitar fraudes no seu nome é o Serasa Anti Fraude, mas apesar dos benefícios, esse é um serviço pago.