Tem como sacar a cota do PIS fora do prazo estabelecido?

A cota do PIS é um assunto muito atual e que vem sendo noticiado há bastante tempo aqui no Brasil. No entanto, nem todo mundo sabe como isso funciona exatamente e, além do mais, tem um prazo a ser seguido.

Mas, e quando esse prazo passa, será que o trabalhador brasileiro perde o direito de saque da cota do PIS? Fizemos um conteúdo para responder essa pergunta e falar um pouco mais do benefício. Acompanhe!

Tem como sacar a cota do PIS fora do prazo estabelecido?
Foto: (reprodução/internet)

A cota do PIS

A regra geral diz que as pessoas com menos de 60 anos que contribuíram com o PIS entre os anos de 1971 e 1978 tem um prazo para fazer o saque e o resgate desse dinheiro.

Só que quem não conseguiu sacar nesse prazo ou se se esqueceu de fazer isso até esse prazo final não vai perder o direito ao saque e nem mesmo o dinheiro que está lá no governo.

O fato é que agora essa pessoa deverá se encaixar em algum dos critérios que são estabelecidos em lei para que exista uma nova possibilidade de saque dos recursos. Então, trouxemos esses critérios que permitem o saque do PIS.

Consultar o PIS

Uma informação importante e que pode ser de grande utilidade para você é que antes de ir até o caixa eletrônico ou a agência bancária fazer o saque do PIS, você tem o direito de consultar gratuitamente o PIS.

Isso pode ser feito através da sua conta na Caixa ou mesmo do aplicativo da Caixa Trabalhador. Lá é possível consultar todos os seus benefícios, como o PIS. Em caso de divergência nas informações, a dica é ir até a agência bancária.

Os critérios para sacar o PIS

A verdade é que antes estava fácil fácil sacar o PIS, agora ficou um pouco mais restrito. Ainda assim, é possível. Para sacar as cotas do PIS, segundo a Caixa Econômica Federal, que é responsável por esses pagamentos é preciso cumprir as regras.

Por exemplo, no caso de aposentadoria! Também é possível se a idade for superior aos 60 anos. Quando há casos de invalidez do participante ou de transferência para a reserva remunerada ou reforma, no caso de militar.

Tem a opção para quando a pessoa é portadora de deficiência e tem o benefício da prestação continuada. Também é possível para em situações em que ocorra doenças como câncer ou Aids.

Onde é possível sacar o PIS

Para quem trabalhou na iniciativa privada, o saque do PIS ou qualquer informação sobre ele é sempre feito na Caixa Econômica Federal. Já para os funcionários público, o saque do dinheiro não é chamado de PIS e sim de PASEP e é feito no Banco do Brasil.

Ah, conforme o BB, após o período final das cotas, os casos que podem solicitar o PASEP são de aposentadoria e falecimento, além de doenças graves, como Aids e câncer.

Além da reforma militar, amparo social ou amparo assistencial a portadores de deficiência e amparo social ao idoso, tem também o caso de invalidez, exatamente como aconteceu com quem tem direito ao PIS.