BNDES para Microempreendedor – saiba como funciona!

Tem muito MEI que tem o interesse em solicitar o cartão do BNDES, mas não sabe como fazer isso. O cartão desse banco é uma ótima opção para o MEI que que ter acesso a empréstimos com taxas de juros mais baixas para financiar seus projetos e crescimento empresarial.

Porque não importa qual o tamanho da sua empresa, a obtenção de crédito com juros baixos sempre ajuda no melhoramento ou mesmo crescimento dela, não é verdade? E com o cartão do BNDES dá para ter várias vantagens e vários benefícios.

BNDES para Microempreendedor – saiba como funciona! 1

Aliás, para quem não sabe, o MEI é o Microempreendedor Individual, um profissional regular e formalizado, que pode vender produtos ou prestar serviços. Já o BNDES é o Banco Nacional de Desenvolvimento, que financia diversos projetos em todo país.

O Cartão do BNDES

O MEI, como toda pessoa jurídica, também pode conseguir empréstimos junto ao bndes. Mas, para isso é preciso ter um cartão do BNDES para MEI, sendo que ele pode dar acesso aos produtos. E para isso, basta apresentar o número do CNPJ da empresa.

Para quem tem o interesse em solicitar o cartão, saiba que primeiro você precisa fazer o seguinte: tem que acessar o site: www.cartaobndes.gov.br/cartão do BNDES. Depois, tem que ir onde tem a opção de solicitar o seu cartão BNDES.

E aí seguem várias perguntas para acesso. Por exemplo, caso você seja do campo e atue com agropecuária vai precisar dizer isso. Mas, o importante é considerar que o cartão BNDES também está disponível para o pessoal do campo (rural) e tem outras opções no site.

Então, em um dos passos é preciso preencher o CNPJ. Logo, fica provado que apenas empresas podem ter o cartão, levando em conta que o MEI é uma empresa de micro porte porque possui CNPJ também.

O empréstimo do cartão

O empréstimo e o crédito do cartão precisam ser usados  necessariamente na empresa. E aqui surge o Controle Nacional, que é para quem não tem participação estrangeira no negócio. Isso porque o controle estrangeiro necessita do CNAE (Cadastro Nacional de Atividade Econômica).

Para quem não sabe, O CNAE é o setor que preenche os produtos e serviços de acordo com a necessidade e a atividade da pessoa MEI.

Você escolhe, por exemplo,  sucatas e cadastra na atividade econômica fiscal sobre isso. E assim por diante. Por exemplo, em sucatas, tem a área de papel e papelão. Aí você pode ter a conta em um banco para esse fim, entende?

Cartões de outros bancos

Se não for assim, que é a maneira mais simples de ter o cartão do BNDES, você tem outras opções, mas fica um pouco mais restrito.  

Uma ideia, para quem não quer o cartão do BNDES é abrir uma conta no Banco do Brasil com a bandeira Elo. Mas, também dá para escolher a bandeira Mastercard, Visa e daí por diante. A desvantagem fica apenas por conta da taxa de juros, que geralmente é mais alta do que no BNDES.