IPVA e IPTU – à vista ou parcelado – saiba a escolha mais inteligente

É bastante difícil falar de uma escolha inteligente quando se tem tantas contas a pagar. Por isso, o nosso foco é pensar em escolhas que são economicamente mais saudáveis e vantajosas para o consumidor.

No texto de hoje vamos mostrar porque pagar os impostos anuais de começo de ano (especialmente, o IPTU e o IPVA) de forma à vista é melhor, a se considerar, incialmente, pelos descontos que são dados.

IPVA e IPTU – à vista ou parcelado – saiba a escolha mais inteligente 1

IPTU e IPVA

Esses são 2 dos gastos que mais atrapalham a vida financeira da gente. Todo brasileiro sabe muito bem o que é o IPVA e o IPTU, que são os impostos dos veículos e dos imóveis e devem ser pagos todo inicio de ano.

O grande erro está em não programar seu pagamento com antecedência! Mesmo porque já sabemos que todo janeiro o imposto vai existir – sem novidades!

Agora, uma dúvida muito comum em relação aos pagamentos é sobre a condição dele: à vista e parcelada. Qual será que é a melhor opção?

À vista ou parcelado

Antes de a gente chegar nessa resposta é preciso saber em que situação financeira você se encontra hoje em dia, tá bom?

Por exemplo, se você está endividado, se você está equilibrado financeiramente ou se você é um investidor. Isso muda tudo. Porque se você está endividado não vai conseguir pagar à vista, o que seria o ideal.

E, se for a opção do equilibrado, talvez também seja mais viável parcelar, mesmo com os juros. Agora, os endividados não conseguem pagar à vista porque podem se complicar ainda mais.

Empréstimo para pagar impostos

Vale lembrar que deve evitar ao máximo recorrer a empréstimos. Especialmente se forem do rotativo do cartão de crédito, do limite do cheque especial, entre outros que tem altas taxas de juros acrescidas.

Agora, se for um empréstimo consignado, talvez valha a pena – mas, é preciso estudar caso a caso.

Quanto ao cartão de crédito e cheque especial, eles se tornam boas opções para te empurrar ainda mais para baixo nas suas dívidas porque se torna uma bola de neve sem fim.

Pagar à vista

Agora, se a sua situação financeira for mais confortável, por exemplo, você já é um investidor, a recomendação é que você faça o pagamento à vista dos impostos anuais.

Uma vez que você vai ter 3% de desconto no IPVA, por exemplo. Em São Paulo, o descontinho do IPTU é de 4% para quem paga à vista.

Muitas pessoas se deixam levar pelo bom desconto e acabam esquecendo que vai haver outras contas a serem pagas naquele mesmo mês ou os próximos. Então, mesmo nesses casos, é preciso atenção.

Reserva financeira

isso aí leva a gente a outro importante aspecto da educação financeira, que é a reserva financeira. O que é ter uma reserva financeira? É juntar dinheiro para evitar problemas como esse dos impostos que precisam ser parcelados.

É possível terminar e começar o ano com segurança de uma vida financeira saudável e muitas realizações. Para isso, se planeje!