Programa Jovem Aprendiz – cadastro

O Programa Jovem Aprendiz é um sucesso no Brasil porque colabora com a inserção dos jovens no mercado de trabalho, mesmo para quem nunca trabalhou antes. Só que muita gente tem dúvida sobre como fazer o cadastro no programa jovem aprendiz.

O programa está baseado na lei de aprendizagem (10.097/2000) e ao fazer a inscrição no jovem aprendiz, o aluno tem garantido todos os direitos previstos em carteira assinada, como salários, férias remuneradas, vale alimentação, vale transporte, além de mantê-lo na escola.

Programa Jovem Aprendiz – cadastro

O Jovem Aprendiz também é importante porque dá a oportunidade de aprendizagens teóricas e práticas aos jovens, que se tornam mais capacitados par ao mercado e, ao mesmo tempo, gera um investimento direto na educação e economia do país.

O programa jovem aprendiz

Jovens e adolescentes que buscam um crescimento profissional, fontes de renda e aprendizagem podem encontrar tudo isso ao se cadastrar no programa jovem aprendiz. Já que um dos focos dele é inserir essas pessoas no mercado de trabalho com vagas de emprego.

Por ser uma lei, toda empresa de grande porte deve dar oportunidades aos jovens aprendizes, sendo que para isso, cada empresa pode criar suas condições. Mas, na maior parte dos casos, elas seguem as diretrizes que está na lei de aprendizagem.

Então, para o cadastro de jovem aprendiz considere: ter entre 14 e 24 anos de idade e estar cursando ou ter concluído o ensino fundamental, além de estar matriculado em cursos de aprendizagem gratuitos do próprio programa.

Também é necessário que faça um curso de capacitação básica para o trabalho, tudo oferecido gratuitamente em diversas unidades parceiras e até com o ensino à distância. E nunca ter trabalhado antes também é um requisito.

Informações Importantes Jovem Aprendiz

O contrato do jovem aprendiz pode ter duração de até 2 anos, sendo que isso varia e depende do curso e da carga horário que irá cumprir na empresa, podendo ser de 4 a 6 horas por dia. Quem já participou do programa jovem aprendiz poderá participar novamente.

Todas as empresas podem participar do programa, visto que a lei de aprendiz dá esse direito para as de médio e grande porte, porém, com um número determinado de no mínimo 5% a no máximo 15% no seu quadro de funcionários.

Todos os processos de aprendizagem na empresa devem ser acompanhados por um funcionário com experiência na área de atuação, e este deverá ser o orientador do aprendiz na empresa.

O Programa Jovem Aprendiz oferece diversos cursos para os jovens e adolescentes, como: Auxiliar de Alimentação: preparo e serviços, Comércio e Varejo, Logística, Ocupação, administrativas e Turismo/Hospitalidade.

Inscrição no programa jovem aprendiz

Atendendo aos requisitos citados acima, o jovem pode se inscrever no programa entrando em contato com uma instituição parceira, que implementa o programa. Cada empresa tem suas próprias regras para os processos seletivos.

Mas, na maioria dos casos, o cadastro de jovem aprendiz é feito online, pelo site de cada instituição. Como a Ambev, os Correios, o Boticário, entre outras grandes empresas que dão aos jovens a chance de entrar no mercado de trabalho.

Por último, o jovem também pode optar em fazer a inscrição no programa jovem aprendiz por telefone ou ir diretamente às empresas parceiras. Vale lembrar que é preciso cumprir os requisitos e enviar documentos que comprovem as informações.