Pressão alta durante a gravidez pode levar a problemas de memória?

É durante a gravidez que o corpo de muitas mulheres se transforma, essas mudanças ocorrem em diferentes níveis, que vão desde o físico até o psicológico. Ou seja, é importante manter-se atento a todas as mudanças às quais as futuras mamães irão passar.

Por exemplo, a elevação da pressão arterial durante o período de gestação, é algo que pode vir a acontecer com muitas mulheres. É necessário acompanhar as mudanças internas e externas, na busca de amenizar a periculosidade para mães e bebês.

Pressão alta durante a gravidez pode levar a problemas de memória?
Fonte: (reprodução/internet)

Causas da pressão alta durante a gravidez 

A pressão alta na gravidez é diagnosticada quando uma mulher, antes de seu período gestacional, nunca havia apresentado sintomas de elevação da pressão arterial. Essa elevação pode ser ocasionada por diversos fatores. 

Pressão alta durante a gravidez pode levar a problemas de memória?
Fonte: (reprodução/internet)

Vamos conferir a seguir, quais são alguns dos principais fatores causadores do aumento da pressão durante a gestação. No início da gestação ela pode se apresentar de uma forma e da metade da gravidez para o fim desaparecer ou persistir, veja quais podem ser as causas:

  • Má alimentação;
  • Má formação da placenta;
  • Mulheres que estão passando pela primeira gestação podem apresentar com mais facilidade o aumento da pressão arterial;
  • Grávidas com 35 anos ou mais, podem apresentar com mais facilidade o aumento da pressão;
  • Grávidas com obesidade e/ou diabetes, se encontram no grupo com maiores chances de apresentar elevação da pressão arterial durante a gestação.

Sintomas da elevação da pressão arterial

Para identificar o aumento da pressão arterial, é preciso atentar-se para uma série de sintomas que o corpo apresenta quando algo não está certo. A depender, o aumento dessa pressão pode ser considerado maléfico, tanto para mãe quanto para seu bebê. Veja abaixo:

  • Dores na nuca e de cabeça;
  • Pressão arterial igual ou superior a 140/90 mmHg;
  • Sensibilidade a luzes e distúrbios na visão (vista embaçada);
  • Inchaço no corpo, braços e pernas;
  • Fortes dores na região da barriga.
Pressão alta durante a gravidez pode levar a problemas de memória?
Fonte: (reprodução/internet)

Diagnóstico da doença hipertensiva

A doença hipertensiva gestacional acomete cerca de 8% das mulheres grávidas. O indício da pressão arterial elevada em grávidas é classificado como doença hipertensiva específica da gravidez, que sem o acompanhamento adequado pode agravar-se. Por isso, confira os sintomas para diagnóstico após a 20º semana de gestação:

  • Urina contendo proteína (proteinúria);
  • Visão afetada;
  • Função hepática insuficiente;
  • Problemas nos rins;
  • Plaquetas baixas;
  • Edema pulmonar (líquido nos pulmões);
  • Dores de cabeça.

O que é pré-eclâmpsia 

É conhecida como o agravamento da doença hipertensiva específica da gravidez, ocorre em mulheres que nunca tiveram problemas arteriais antes da gestação. O diagnóstico pode ser dado através da análise dos sintomas, considerando indícios da doença.

Pressão alta durante a gravidez pode levar a problemas de memória?
Fonte: (reprodução/internet)

A pressão arterial de 140/90 mmHg é considerada perigosa para mulheres grávidas. A elevação é conhecida como pré-eclâmpsia, ocorre na 20º semana de gestação, em alguns casos pode ocorrer mais cedo e persistir por até 12 semanas antes do nascimento. 

Um dos sintomas que foi muito utilizado para identificar a pré-eclâmpsia, era a urina contendo proteína. Nos dias atuais já se sabe que em muitos casos, algumas mulheres grávidas não apresentam esta proteína e mesmo assim possuem o quadro. 

Pressão alta e problemas de memória durante a gravidez

Problemas de memória podem dificultar o dia-a-dia das novas mães. Faculdades mentais podem ser comprometidas por causa da elevação da pressão arterial, a deterioração desses mecanismos podem ser causados pelo quadro de pressão alta. 

Pressão alta durante a gravidez pode levar a problemas de memória?
Fonte: (reprodução/internet)

Com base no estudo da Universidade de Rush, pessoas com a pressão arterial alta podem ter mais probabilidade de desenvolver Alzheimer em algum momento de suas vidas. O estudo afirma que ter pressão alta por muitos anos pode afetar e envelhecer o cérebro

Esse tipo de doença pode elevar o depósito de gordura nos vasos, dificultando a circulação sanguínea e ocasionando lesões. Por isso, muitas mulheres em seu período gestacional podem vir a apresentar problemas de memória resultados da pressão alta. 

Como combater a pressão alta

Prescrever medicação para mulheres grávidas pode ser um desafio e tanto. A maior parte dos remédios indicados para o tratamento da pressão arterial alta, não são indicados para gestantes. Por isso, melhor do que tratar é prevenir e evitar o desenvolvimento do problema. 

Pressão alta durante a gravidez pode levar a problemas de memória?
Fonte: (reprodução/internet)

Gestantes que passam a apresentar indícios de pressão arterial alta devem passar por consultas semanais, além de aferir constantemente a pressão arterial. Medicamentos não são recomendados porque podem afetar a circulação de sangue da placenta. 

O tratamento medicamentoso durante a gravidez não é recomendado por ser uma das causas de efeitos colaterais, mas isso vai variar com base em cada caso. O indicado é uma mudança de hábitos para prevenir a situação. 

Dicas para prevenir ou controlar a pressão arterial alta

Confira agora algumas dicas de como prevenir o mal da pressão arterial alta, como já mencionado, com algumas mudanças de hábitos e comportamentos será possível evitar o desenvolvimento de doenças como esta, veja as dicas abaixo:

  • Introduzir alimentos ricos em ácido fólico;
  • Buscar repousar caso a pressão comece a se elevar;
  • Consumir alimentos saudáveis e controlar o peso são fundamentais;
  • Evitar o estresse e a prática de atividades físicas pesadas.

Bônus – Vídeo sobre Pressão Alta

Confira o material com mais informações sobre pressão arterial alta durante a gravidez, o que deve ser feito e mais dicas para lidar com o problema:

Bom, ficou claro que manter o acompanhamento médico é essencial para evitar complicações durante a gestação. Então, esperamos que as dicas acima possam ter sido úteis para que se consiga evitar esse mau.