5 coisas para analisar antes de precificar um produto

Você trabalha em uma loja ou é empreendedor e está pensando em como precificar o seu produto? Saiba que existem boas dicas para conseguir encontrar o preço ideal. Uma delas é analisar o seu público e outra é analisar o concorrente.

Na verdade, a gente fez uma lista com 5 coisas que devem ser analisadas antes de você dar preço ao seu produto. Confira a lista abaixo e tenha certeza de que vai encontrar o preço ideal, que é aquele que é justo para o cliente e que dê lucro para você.

5 coisas para analisar antes de precificar um produto 1

1 – O público

Analisar o seu público é muito importante antes de dar preços aos seu produto. Isso porque esse conhecimento vai te ajudar a ter diferenciais na sua venda.

Se o seu público sempre paga à vista, você pode pensar em dar desconto para essa forma de pagamento por exemplo. Agora, se ele compra em várias quantidades, também pode dar desconto para essa forma de compra. E assim por diante.

Assim sendo, estudar o público alvo continua sendo o primeiro passo para vender. E isso vale para quem tem lojas físicas ou virtuais, grandes ou pequenas.

2 – O concorrente

Outra dica é sobre estudar o concorrente. Claro que o seu público alvo é muito importante. Mas, somente estudando o concorrente ou os concorrentes é que você vai ter uma ideia geral do mercado.

O estudo do concorrente não vai ditar qual será o seu preço. Mas, vai te ajudar nisso. Você vai poder pensar em diferenciais e também no preço. O ideal é nunca ter um produto que fique muito abaixo ou muito acima. Em termos gritantes.

3 – O giro

O giro do produto é o quanto tempo ele leva para sair do seu estoque. Obviamente que quanto mais tempo passa lá, mais caro ele fica né. Geralmente, é assim que as empresas fazem as contas sobre o preço de um produto.

Mas, se você não tem estoque, tudo bem. Desconsidera isso. Mas, considere o fato de que os clientes, atualmente, gostam de entregas rápidas. E você, mesmo sem estoque, vai ter que dar um jeito nisso.

4 – A aquisição

O preço que você paga nos materiais ou nos serviços também influencia no preço do seu produto. Por isso, ele merece atenção. Obviamente, a conta aqui é bem fácil: quanto mais barato você paga, mais barato você pode vender. Isso te dá margem de lucro.

Agora, como é que faz para pagar mais barato na compra? Uma das formas é comprar em maior quantidade. Outra medida pode ser a de pagar as compras à vista, por exemplo. Comece a pensar em como pode achar fornecedores mais em conta também.

5 – As promoções

Por último, devemos falar das promoções também. O ideal é que nunca se faça promoções seguidas ou o tempo todo. Isso vai deixar o seu cliente “viciado” no preço promocional e não no preço real do produto.

Por isso, a dica é sempre focar em grandes datas do comércio, como Natal, Dia das Mães ou dos Pais e etc. Aí, também dá para pensar em promoções do tipo que dá descontos progressivos, isso alimenta a venda maior de produtos também.