Dicas de planejamento financeiro para o nascimento do primeiro filho

Todo mundo sabe que nem sempre é possível planejar o nascimento de um filho. No entanto, após saber a notícia, os pais já podem começar a pensar nisso, afinal, serão, em média, 9 meses para ajeitar as coisas e as contas de cada.

Portanto, se você engravidou ou vai ser pai e não estava pensando nisso pode ficar tranquilo. Apesar de o indicado ser ter um planejamento antes de tudo, saiba que dá para criar esse orçamento a partir de agora. Afinal de contas, novas contas vão entrar nos próximos meses.

Dicas de planejamento financeiro para o nascimento do primeiro filho 1

Abaixo, a gente vai te ajudar a entender por onde começar a criar esse planejamento, que não é tão complicado assim de ser feito. Se vocês já fazem um orçamento de gastos da família vai ser ainda mais fácil. E se não fazem, o ideal é começar para evitar dívidas a partir de agora!

A SITUAÇÃO REAL

A primeira dica é pensar na situação real da família. Se tem muitas dívidas, o ideal é controlar isso, mesmo que não dê para quitar tudo de uma vez. Outra coisa é pensar nos gastos parcelados, como do cartão de crédito. O que der para antecipar, ótimo.

Aí, vem uma próxima questão, que é sobre a reserva financeira. Será que a família tem uma reserva para imprevistos? Esse é o ideal. Mas, se não tiver, a saída vai ser tomar cuidado, apesar de que imprevistos são, obviamente, imprevistos, né.

Assim sendo, sabendo a situação real dá para pensar em um próximo ponto, que é justamente a análise de novas prioridades na vida da família.

AS NOVAS PRIORIDADES

Independente do quanto o casal espera ou quer ter um filho, o que se sabe é que esse momento traz nova prioridades na vida de todo mundo. Assim sendo, novas escolhas deverão ser feitas, especialmente no quesito das finanças.

Talvez, seja a hora certa para o casal enxugar os gastos que estão excedendo o limite. Assim, fazer uma faxina financeira é um passo importante para começar a ter mais condições de fazer compras para o bebê até mesmo juntar dinheiro para formar a reserva de emergências.

A gente não tem como citar tudo o que pode ser visto como trocar de prioridades. Mas, o que a gente costuma ver no mercado é que os pais de primeira viagem, quando ficam sabendo da gestação, começam a diminuir as saídas, os bares, a alimentação fora de casa, etc.

O PLANEJAMENTO

A partir disso, considere que vai ser possível criar um novo planejamento. Lembrando que estamos incluindo aqui nas novas prioridades e os novos cortes de gastos também. Isso vai tornar possível fazer planos para o nascimento do bebe.

Inclusive, o ideal é formar aquela reserva de emergências que a gente tanto fala. Por outro lado, saiba que também dá para começar a fazer planos do tipo: uma previdência privada para ele, juntar dinheiro para intercâmbios e assim por diante.

O que é preciso considerar é que somente um bom planejamento vai permitir ter mais segurança financeira durante o nascimento do filho, que, inevitavelmente, traz novos gastos para a família.