Qual a melhor forma de usar o dinheiro do PIS e PASEP?

PIS e PASEP são duas siglas muito usadas no Brasil hoje em dia. E quase sempre são motivos de alegria. Você sabe por quê? Porque essas siglas significam, entre outras coisas, o recebimento de um abono salarial.

Mas, para entender melhor isso, a gente tem que levar em conta a tradução da sigla. Então, vamos considerar isso: saber o que é o PIS, o que é o PASEP, como funcionam esses programas, quem tem direito e como usar o dinheiro!

Qual a melhor forma de usar o dinheiro do PIS e PASEP?
Foto: (reprodução/internet)

O que é PIS e o que é PASEP

PIS é a sigla para Programa de Integração Social. Já o PASEP é a sigla para Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público.

Estes são dois programas pelos quais as empresas privadas e os órgãos públicos depositam contribuições em dinheiro em um fundo ligado aos seus empregados, que é o fundo do PIS/PASEP.

A diferença está no fato de que o PIS é para trabalhadores de empresas privadas e o PASEP é para funcionários públicos. Logo, o PIS é pago pela Caixa Econômica Federal e o PASEP pelo Banco do Brasil.

Como funcionam esses programas?

O dinheiro depositado, atualmente, vai para o Fundo de Amparo ao Trabalhador, o FAT. Então, o FAT que paga benefícios, como o abono salarial e o seguro desemprego.

Antes cada trabalhador tinha uma cota no fundo e isso aconteceu entre os anos de 1971 em 1988. Nessa época, os depósitos das empresas e órgãos públicos eram feitos em nome de cada um dos trabalhadores em contas individuais.

Cada trabalhador, então, era dono de uma parte ou seja uma cota no fundo. Portanto, quem trabalhou como contratado em uma empresa ou como servidor público antes de 4 de outubro de 1988 tem uma conta no fundo para receber.

Nesse caso, o benefício não tem relação com abono anual salarial, que é algo independente.

Abono salarial

O abono salarial é um benefício que o governo paga para algumas pessoas que tem renda baixa. É preciso comprovar a renda e aí, 1 vez por ano, a pessoa recebe o equivalente ao tempo de trabalho do último ano.

Por isso, hoje em dia, o PIS também é visto com bons olhos, já que é um abono que muita gente tem direito e que pode agregar valor ao orçamento financeiro.

Como usar o dinheiro do PIS e do PASEP?

Quanto se trata de abono salarial, muita gente quer usar os recursos para aproveitar, afinal, é um valor que surge como “abono” mesmo. Mas, os especialistas dão outra ideia.

Eles recomendam que os valores sejam usados, primeiramente, para quitar dívidas. Depois, para fazer uma reserva de emergência. Em seguida, para agregar valor à um investimento. E só em último caso para o consumo.

O motivo é que o consumo vai fazer com que ele perca valor enquanto que os outros objetivos tem foco na qualidade de vida das pessoas.