O que acontece em caso de atraso no pagamento do financiamento imobiliário

Com as mudanças que aconteceram em 1997 nos contratos de financiamentos bancários de imóveis, muita gente tem visto que o atraso no pagamento do empréstimo pode resultar na perda do imóvel. E isso acontece muito mais rápido do que acontecia antigamente.

O motivo é simples. Antes, a garantia do banco era hipotecada. Agora, não mais. Com a alienação fiduciária, o banco passa a ser o dono do seu imóvel até que você quite o seu débito, o seu contrato, as suas parcelas. E isso dá ao banco muito mais liberdade.

Assim sendo, de um modo geral, após atrasar no pagamento do imóvel por 90 dias, você já pode começar a ter problemas. Esse tempo pode variar de contrato para contrato. Mas, não deve se estender muito. A partir disso, você pode perder o imóvel.

A venda do imóvel

Para quem está em uma situação financeira ruim ou crítica demais, os especialistas recomendam a venda do imóvel. Mesmo que ele esteja financiado. Isso vai permitir ao proprietário perder menos dinheiro e ainda conseguir uma grana com o que já foi pago.

Basicamente, você pode encontrar um comprador para o seu imóvel. Aí, você combina com ele como será a compra. É preciso fazer um contrato de cessão de dívida. E isso deve ser feito de forma oficial, firmado em banco. É o antigo “vender a chave”.

Observe que essa deve ser uma cessão averbada na matrícula e não vai te deixar na mão. Muita gente tem optado pelo contrato de gaveta, mas isso pode ser arriscado demais.

O importante é que você tenha um documento que diga que o dono é o novo comprador do imóvel e não você.

O leilão público do banco

O que acontece em caso de atraso no pagamento do financiamento imobiliário

A segunda opção, que é a menos viável possível é a de você não pagar a dívida que deve naquele prazo de 15 dias após o banco enviar um documento informando todo atraso, multas, juros e emolumentos.

Aí, nesse caso e sem que você tenha vendido o seu imóvel antes, o banco pode leiloar ele através de ofertas públicas. E ele terá duas chances para fazer isso. O primeiro leilão deve acontecer em 30 dias e o próximo em até 15 dias.

E, se mesmo assim ele não vender o seu imóvel, saiba que ele poderá fazer outras coisas, como vender diretamente para alguém a um preço bem mais baixo. Ou mesmo usar como garantias para outros produtos. Afinal, o imóvel é do banco.

O proprietário ganha algum dinheiro na venda no leilão?

Aí, quando o imóvel vai para leilão, muita gente tem dúvida se ganhará algum dinheiro com a venda. E isso é bem difícil de responder porque vai depender de vários fatores, como do tamanho da dívida, por exemplo.

De um modo comum, quem tem uma dívida maior do que o valor do bem que foi vendido, acaba não recebendo nada. E é por isso que o banco acaba leiloando o imóvel por um preço bem abaixo do que é praticado no mercado.