Descubra como funcionam os juros do cheque especial

O assunto de hoje é o cheque especial porque tem gente que nem sabe o que é isso mesmo que ele pode ser um vilão tão grande, mas tão grande que destrói relacionamentos e famílias.

E tem gente que já usou e nem sabe que usou e tem gente que está no cheque especial e nem sabe que está e tem gente que está se prejudicando e não nota!

Descubra como funcionam os juros do cheque especial 1

Mas, depois de ler este conteúdo você vai começar a ver com outros olhos esse tal do cheque especial, que de especial não tem nada! Acompanhe.

O que é o cheque especial?

O cheque especial nada mais é do que um tipo de de empréstimo pré aprovado que o banco deixa na sua conta corrente mesmo que você nem faça questão de ter.

Eaí um dia você está precisando de dinheiro, zerou o saldo da sua conta corrente, você consegue usar o cheque especial porque o dinheiro já está lá, sem nem você pedir.

E como faz para pagar? Cai o saldo da conta, ele já cobra o cheque especial. Então, é assim: zerou a sua conta? Se você usar mais ela, vai pegar dinheiro do banco e não seu. Aí, já está no cheque especial.

Como funciona o cheque especial?

Primeiro o banco libera esse crédito para você e, depois, vai aumentando o limite.

Aumenta, aumenta, aumenta. E você acha que está tudo lindo porque tem mais de R$ 5 mil na sua conta. Só que esse dinheiro, que é um limite do cheque especial, não é seu, ok?

Só que quando você cai em si, se usar muito o seu débito e acabar, vai ter que usar o do banco, aí acredite: em pouco tempo você estará com uma dívida enorme.

Além disso, tem uma coisa que a gente não pode se esquecer: os juros!

E os juros do cheque especial?

Os juros do cheque especial são vistos como o maior vilão de todos os tempos no mercado financeiro do Brasil.

E assim que funciona o cheque especial: o banco simplesmente te dá o empréstimo pré aprovado, sem garantia nenhuma que você vai pagar. Por isso, os juros são bem altos.

Para você ter uma noção: no consignado a taxa de juros ao ano é 48 %. E as taxas do cheque especial, por ano, chegam até 327%! É algo bem maior, né?

Tome os seus devidos cuidados!

Para te ajudar a lidar melhor com o cheque especial, o Banco Central criou novas regras!

A primeira regra é que o banco deve avisar o cliente quando ele não tiver mais saldo na conta e estiver para entrar no cheque especial.

A segunda regra é que o banco precisa deixar bem claro para o cliente que ele está contratando um crédito pré aprovado.

A terceira regra é que o banco precisa oferecer para o cliente uma opção de parcelar o saldo devedor, com juros mais baixos do que o original.

A quarta regra é o valor do cheque especial, do limite que você tem na conta, deve ficar claro no extrato, para não confundir com o saldo na conta.

Entendido? Então, o Banco Central está tentando te ajudar, resta você se atentar a isso!