O que é a Síndrome do Túnel do Carpo na gestação?

A Síndrome do Túnel do Carpo pode ter um nome diferente, mas ao contrário do que muitos pensam é um problema bastante comum na gestação. No entanto, pode ser facilmente resolvido com o tratamento adequado. 

O importante é ficar atenta aos sinais do corpo e o que eles estão dizendo com o surgimento de dores e inchaços em determinadas áreas do corpo. Apesar de não comprometer a saúde do bebê, pode causar um enorme desconforto às mamães

O que é a Síndrome do Túnel do Carpo na gestação?
Fonte: (Reprodução/Internet)

Confira o que iremos falar neste artigo:

  • O que é o Túnel do Carpo;
  • Síndrome na gravidez;
  • Tratamento do problema.

Entenda a Síndrome do Túnel do Carpo 

Vamos ao conceito de cada coisa primeiramente. O carpo é a estrutura óssea localizada entre o antebraço e a mão, o punho. Já o túnel do carpo é o canal que tem um lado formado por ligamento e outros três lados compostos por osso.

O que é a Síndrome do Túnel do Carpo na gestação?
Fonte: (Reprodução/Internet)

Quando essas regiões estão comprometidas, o nervo mediano, que nada mais é que o nervo responsável pelo tato dos dedos, polegar, indicador, anelar e dedo médio, é afetado. Além disso, ele é responsável por comandar o movimento de um músculo da base do dedo polegar.

Logo, a Síndrome do Túnel de Carpo é uma doença do sistema nervoso que compromete o nervo mediano passando pelo canal do carpo, mãos e dedos. Ela causa perda de sensibilidade das mãos e dormência.

Como a doença é desenvolvida na gravidez

Apesar das gestantes estarem suscetíveis a desenvolver a Síndrome do Túnel do Carpo, essa não é uma doença exclusiva da gravidez. Na verdade, ela é mais incidente em pessoas que trabalham com movimentos repetitivos como costura e digitação, por exemplo. 

O que é a Síndrome do Túnel do Carpo na gestação?
Fonte: (Reprodução/Internet)

No entanto, como as mulheres passam por muitas adaptações e mudanças no corpo durante a gestação, as alterações hormonais facilitam a retenção de líquido. Assim, o organismo feminino acaba tendo mais propensão de ter uma redução do espaço para circulação nos tecidos. 

É comum as mamães incharem durante a gestação, principalmente as mãos e os pés. Todavia, essa inchaço pode partir para um edema. A retenção de líquidos e o edema podem provocar os sintomas da Síndrome do Túnel do Carpo. Isso porque acaba gerando uma inflamação do nervo mediano em razão da compressão. 

Fatores que podem colaborar o surgimento da inflamação

Alguns fatores podem facilitar a inflamação do Túnel do Carpo nas gestantes. O aumento de peso é um dos contribuintes, tendo em vista que o tecido contido no punho pode provocar uma maior compressão no nervo mediano. 

O fator genético também influencia, já que mulheres com o punho pequeno têm mais chance de desenvolver a síndrome. Neste caso, uma alimentação saudável e a ingestão de água são ainda importantes para esse público. 

Quais são os sintomas 

Como dito anteriormente, a Síndrome do Túnel do Carpo pode ser identificada com o surgimento de perda de sensibilidade, dormência nas mãos e nos dedos. O formigamento e a dificuldade de pegar objetos também pode indicar que está com a doença. 

O que é a Síndrome do Túnel do Carpo na gestação?
Fonte: (Reprodução/Internet)

A redução da força, a dor nos dedos e nas mãos e a dificuldade em fechar e abrir as mãos são igualmente sintomas. Pode parecer algo aparentemente pequeno, mas a inflamação é progressiva e os sintomas tendem a ser mais intensos durante a noite. 

A síndrome pode surgir em ambas as mãos ou apenas em uma delas. Mas no caso das gestantes, em razão da retenção de líquido durante o período da gravidez, é mais comum que os sintomas apareçam de forma bilateral

Como diagnosticar o problema 

Após o surgimento dos sintomas, é recomendado que se dirija até um médico para que seja solicitada uma eletromiografia. Esse exame consegue diagnosticar com eficácia a presença da Síndrome do Túnel do Carpo. 

O que é a Síndrome do Túnel do Carpo na gestação?
Fonte: (Reprodução/Internet)

O procedimento não tem contraindicações para grávidas. A eletromiografia consegue identificar se existem anormalidades na transmissão do estímulo nervoso do músculo. 

No exame serão aplicadas agulhas pequenas nas extremidades onde normalmente surge a doença. Assim, descargas elétricas de baixa intensidade são liberadas para essas regiões. 

O tratamento pode ser rápido 

A Síndrome do Túnel do Carpo pode ser curada rapidamente. Como dito no começo desse texto, ela não oferece perigo ao bebê. Normalmente, o tratamento é simples. Ainda, com o nascimento do bebê acontece a diminuição da retenção, logo, a doença tende a desaparecer. 

Para as mulheres não gestantes, os médicos receitam medicamentos anti-inflamatórios. Entretanto, as grávidas não podem fazer uso desses remédios pois eles podem prejudicar o desenvolvimento do feto. Desse modo, o mais recomendado é conversar com o profissional e consultá-lo a respeito do tratamento ideal. 

Leia também: Como tratar a infecção urinária na gravidez.