Conheça as melhores posições para amamentar – conforto para mãe e bebê

Conhecer as melhores posições para amamentar é muito importante para uma amamentação de sucesso. Estar na posição confortável e correta, faz o bebê pegar a mama de maneira mais segura, sem ocorrer ferimentos na mãe.

Cada bebê se alimenta no seu ritmo, sendo que alguns conseguem mamar bem por cerca de 5 minutos, enquanto outros precisam de mais tempo para mamar o suficiente. Contudo, o mais importante é que o bebê pegue no peito de forma certa, de maneira que seu queixo esteja próximo ao peito e a boca encubra o máximo possível do mamilo.

Caso o bebê esteja pegando no mamilo com a boca mais fechada, você tem de reposicioná-lo. Afinal, você pode acabar ficando machucada, com pequenas rachaduras. Veja, então, a seguir as melhores posições para amamentar!

1# Deitar ao lado da cama

Conheça as melhores posições para amamentar - conforto para mãe e bebê
Foto: (reprodução/internet)

Para ficar mais confortável, ofereça o peito mais próximo do colchão. Desse modo, poderá apoiar a cabeça em uma almofada. Essa posição é ótima para mãe e bebê, sendo muito útil quando a mãe está cansada.

Mas sempre verifique se o bebê está pegando de maneira correta, o que irá evitar complicações, como fissuras nos mamilos ou engasgos.

2# Com o bebê no colo

Conheça as melhores posições para amamentar - conforto para mãe e bebê
Foto: (reprodução/internet)

Deite o bebê no colo e sente em uma cadeira ou sofá na posição correta, então deixe a barriga do bebê encostada na sua. Enquanto isso, o bebê pode segurar com seus dois braços por baixo do seu corpo.

3# Sentar o bebê na posição cavalinho

Conheça as melhores posições para amamentar - conforto para mãe e bebê
Foto: (reprodução/internet)

Nessa posição, o bebê deve ficar sentado em suas coxas, em frente a mama, com você o segurando e apoiando nas suas costas. Contudo, só use essa posição com bebês com mais de 3 meses que conseguem segurar bem a cabeça.

4# No sling

Conheça as melhores posições para amamentar - conforto para mãe e bebê
Foto: (reprodução/internet)

Com o bebê no sling, mantenha-o sentado ou deitado e ofereça a mama mais próxima de sua boca. O sling irá comportar o peso do bebê e você poderá ficar com as mãos livres, podendo fazer outras atividades enquanto o bebê mama.

Leia também: Cuidados com a amamentação – O que você precisa saber

Sinais de uma pega de amamentação incorreta

Nariz e queixo na posição errada

O queixo do bebê deve tocar o seio da mãe e o nariz dele não pode se afundar. O certo é que a cabeça do bebê fique inclinada para trás, com o seio tocando no queixo e a testa mais afastada.

Mãe não está barriga com barriga com o bebê

Se o bebê estiver deitado no seu colo, a barriga dele deve estar junto da sua e não com ela virada para cima com a cabeça de lado.

Esforço das bochechas

Caso o bebê esteja mamando com as bochechas afundadas no seu seio, sugadas para dentro, então há algo errado na pegada do peito.

Escutar estalos

Se, enquanto o bebê mama, você ouve estalos, como se fosse o som de um beijo, é um grande sinal que a pega dele está incorreta.

Dor

Sentir muita dor na hora da amamentação é um grande indício que há algo errado na posição, podendo causar, até mesmo, machucados no seio

Benefícios da amamentação

Amamentar pode parecer complicado no início, mas depois que você se acostumar com o processo, vai ser o método mais prático e saudável para você. Quando o bebê começa a sugar o peito, um hormônio chamado ocitocina é liberado. Esse hormônio, chamado hormônio do amor, causa uma sensação profunda de relaxamento na mãe, e, com o tempo, pode evitar a ansiedade e a depressão. 

Além disso, depois que a amamentação começa, a menstruação é atrasada. Desse modo, o momento se torna um anticoncepcional natural e também ajuda a evitar as dores da menstruação. E, sem a menstruação, você certamente ficará menos estressada. E não há somente benefícios para a mãe, já que para o bebê, o leite materno é o mais apropriado, já que é mais saudável.

Ao mamar o leite materno, o bebê tem a sua imunidade aumentada, o que evita que ele fique doente com facilidade. O leite materno também faz com que tanto o bebê quanto a mãe durmam mais e aumenta o laço emocional entre mãe e filho.

Falamos mais sobre os benefícios da amamentação neste outro post, não deixe de conferir.