Esses são os melhores acessórios para ajudar o bebê aprender a andar

Todos os pais se sentem orgulhosos quando veem seu bebê começando a andar, o que, geralmente, costuma acontecer por volta do primeiro ano de vida da criança. No entanto, é completamente normal que alguns pequenos demorem mais para desenvolver essa habilidade, já que, assim como cada adulto tem seu tempo, as crianças também são assim.

Existem alguns objetos que podem auxiliar nesse seu filho nesse objetivo, porém, nem sempre os melhores acessórios são de fato as melhores opções. É necessário ter muita prudência na hora de utilizar algum, isso se for realmente necessário utilizar. Se você está querendo saber mais sobre o assunto e ajudar o seu filho a andar com mais facilidade, confira um pouco em nosso artigo.

Esses são os melhores acessórios para ajudar o bebê aprender a andar
Foto: (reprodução/internet)

Afinal, acessórios são mesmo necessários?

Uma pergunta que deve ser feita antes de investir dinheiro na compra de um acessório para ajudar seu filho a andar é: eles são mesmo necessários? A resposta para isso é negativa, já que a criança, apenas com seus próprios esforços, pode conseguir desenvolver a capacidade de locomoção.

Esses são os melhores acessórios para ajudar o bebê aprender a andar
Foto: (reprodução/internet)

Se ele está demorando mais do que o esperado para começar a andar, tenha paciência. Afinal, como dissemos no início do artigo, cada criança leva seu tempo para isso. No entanto, caso ache que seu filho esteja realmente com problemas, o mais recomendado é levá-lo ao médico assim que possível.

O uso de acessórios não se faz necessário para ajudar sua criança, e, ao contrário do que os pais pensam, na realidade eles podem atrapalhar, já que faz com que os bebês pulem etapas necessárias para começarem a andar de fato, além de significar um risco para a saúde dos pequenos.

Risco de acidentes aumenta consideravelmente

Quando disponibilizamos alguns acessórios para que a criança consiga andar, mesmo não sendo a idade correta, estamos colocando os pequenos em risco. Isso porque eles vão conseguir alcançar áreas da casa que antes não conseguiam, causando alguns acidentes.

Esses são os melhores acessórios para ajudar o bebê aprender a andar
Foto: (reprodução/internet)

Não são poucos os casos de queimaduras causadas em decorrência disso, além de cortes por conta do acesso a objetos pontiagudos, ou as quedas que esses objetos acabam fazendo os bebês terem. Como já dissemos, nada disso é necessário para estimular a criança.

Aumentando o risco de acidentes, e atrapalhando no desenvolvimento do seu filho, o uso de acessórios para ajudar a andar, na verdade, não é a maneira mais fácil de fazer com que sua criança comece a se tornar mais independente, com algumas técnicas sendo mais efetivas do que o uso deles.

Andador tradicional não é recomendado pela SBP

O andador, tão utilizado anteriormente, não é um acessório recomendado pela SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) para ajudar seu filho a andar. Além de aumentar os riscos de acidentes dentro de casa, o objeto ainda atrapalha o seu filho a desenvolver habilidades motoras e questões físicas.

O desenvolvimento de músculos, tendões e equilíbrio corporal ficam comprometidos com o uso do andador, retardando o progresso que o bebê poderia ter se estivesse utilizando uma abordagem mais natural. Não utilize andadores, isso vai prejudicar o seu filho.

Modelo de andador seguro para crianças

Andadores tradicionais não são recomendados, porém, nem todos os andadores são assim. Atualmente, existem os andadores de empurrar, que, diferente da versão antiga, não atrapalha no desenvolvimento motor do seu filho, se tornando uma opção válida para ajudar a criança.

Esses são os melhores acessórios para ajudar o bebê aprender a andar
Foto: (reprodução/internet)

Nele, a criança deve ficar de pé sozinha, tendo apoio apenas para os braços. Caso queira andar, ela mesma terá que empurrar o andador, usando ele como apoio. Isso ajuda na questão do equilíbrio, o que pode facilitar com que, aos poucos, ele se torne mais independente e largue o andador.

No entanto, é necessário que os pais fiquem atentos quando as crianças estiverem usando o andador de empurrar, já que isso pode proporcionar algumas quedas (o que é normal). Outros acessórios não são recomendados, mas existem algumas dicas e exercícios que podem ajudar, como você poderá conferir no restante do artigo.

Forneça um ambiente seguro para a criança

O primeiro passo para ajudar o seu filho a começar é fornecer um ambiente seguro para que ele faça isso. Tire os objetos do meio do meio do caminho, e se certifique de que nada pontiagudo continua no ambiente. Pois, dessa forma, no caso de quedas, nada de machucados sérios.

Esses são os melhores acessórios para ajudar o bebê aprender a andar
Foto: (reprodução/internet)

Se possível, adquira um tablado de borracha, pois isso torna as quedas menos dolorosas para as crianças, o que faz com que eles não se sintam desconfortáveis e acabem desistindo de andar naquele momento. Esse tipo de investimento é totalmente válido.

Depois de tomar essas medidas, os pais já podem começar a pensar em formas de estimular a coordenação motora da criança através de brincadeiras, que vão entreter seu filho, e, quando você menos perceber, o pequeno estará começando a dar seus primeiros passos sozinho.

Se o desenvolvimento fugir do comum, procure um médico

Cada criança tem seu tempo de desenvolvimento, contudo, desenvolver certas habilidades de maneira tardia pode ser sinal de problemas maiores. Caso seu filho já tenha passado dos 18 meses de vida, e ainda não tenha a capacidade de se locomover com mais desenvoltura, a melhor coisa a se fazer é procurar um médico.

O especialista deve conseguir identificar se o seu filho sofre com alguma doença que o impossibilite de realizar alguns movimentos, ou ainda se ele está com alguma lesão que passou despercebido. Quanto mais cedo isso for identificado, maiores são as chances de um tratamento efetivo, por isso, não demore a procurar um doutor nesses casos.

Exercícios para ajudar o seu bebê a começar a andar

Existem alguns exercícios, em forma de brincadeira, que ajudam bastante as crianças que estão começando a caminhar. A maioria dos exercícios são simples, e podem ajudar o seu filho mais do que qualquer andador ou outro acessório que possa ser comprado. Basta ter disposição para brincar com a criança.

Esses são os melhores acessórios para ajudar o bebê aprender a andar
Foto: (reprodução/internet)

A maioria deles é feita no chão, mas, no caso das crianças que não se sentem muito confortável com o ambiente, existe uma opção que pode ser feita até mesmo em um sofá ou cama, e que ajudam a desenvolver a musculatura da perna do seu bebê, principalmente dos joelhos e do tornozelo.

Outro ponto a ser destacado é que será necessário pegar um brinquedo para incentivar o seu filho a andar, pois isso vai acabar servindo de isca para que ele se locomova. Confira abaixo algumas brincadeiras simples, mas muito eficazes, para ajudar a criança a andar:

  • Segure as mãos da criança enquanto ela apoia os pés no chão: dessa maneira, ela terá o seu apoio para não cair, e vai se sentir mais confiante em tentar andar;
  • Compre brinquedos de empurrar: brinquedos de empurrar, como um carrinho de supermercado de plástico, ou ainda o andador de empurrar, apresentado anteriormente, são boas opções;
  • Fique um pouco longe e chame o bebê: dê dois passos de distância para a criança e chame ela até você, para que ela tenha que se locomover. Encoraje ela a fazer isso de pé;
  • Use brinquedos para atrair: coloque um brinquedo que ela goste mesmo a certa distância dela, para que ela tenha que andar para conseguir brincar com ele. Repita isso algumas vezes;
  • Deite o bebê e brinque com as perninhas: deite sua criança de barriga para cima e apoie suas mãos contra os pés dela. Esse momento divertido serve para fortalecer os músculos e articulações das pernas.

Brincadeiras não precisam ser feitas antes dos 9 meses de idade

Muitos pais começam a ficar agoniados para que seus filhos comecem a andar logo, porque, em alguns casos, algumas crianças começam a fazer isso bem cedo. Porém, os exercícios em forma de brincadeiras não precisam nem mesmo serem feitos antes dos 9 meses de idade, já que são raros os casos de bebês que se desenvolvem antes disso.

O mais recomendado é apenas deixar ele em contato com o chão para que ele comece a engatinhar e comece a conhecer melhor o seu corpo, tomando ciência de que pode fazer alguns movimentos diferentes. Após o período de 9 meses, você já pode começar a incentivar ele através das brincadeiras apresentadas.

Lembre-se de não comparar o desenvolvimento do seu filho com o de outras crianças

Lembre-se sempre de não comparar o desenvolvimento do seu filho com o de outras crianças. Pois, como já dissemos algumas vezes no decorrer do artigo, cada um tem seu tempo. Caso perceba que você está inquieto em sua presença, seu filho pode se sentir retraído, e isso acabaria tornando o processo ainda mais demorado.

Deixe seu filho livre, incentive ele através das brincadeiras apresentadas e respeite o desenvolvimento próprio do seu pequeno. Quando menos perceber, ele estará correndo pela casa e brincando normalmente com outras crianças, basta ter um pouco de paciência e incentivar o seu filho durante o período certo para que isso aconteça.

References

atrapalha o seu filhoAndador de bebê é recomendado? Pediatra esclarece TODAS as dúvidas