Empréstimo Pessoal Caixa Econômica Federal: descubra como contratar

Na Caixa Econômica Federal, o Crédito Pessoal funciona como sendo um recurso que o consumidor poderá usar como quiser, seja para reformar a casa, viajar ou trocar de carro, por exemplo. Então, você pode solicitar o empréstimo para esses fins ou qualquer outro.

Mas, por que escolher a opção de solicitar empréstimo pessoal na Caixa? Por vários motivos, como o fato de esse ser o banco mais tradicional do país e um dos mais confiáveis também.

Então, antes mesmo de solicitar o empréstimo, você pode conhecer as modalidades de crédito pessoal da Caixa, que podem variar conforme o prazo de pagamento e as taxas, ao passo que eles se adequam ao seu perfil. Preparados para entender mais sobre o crédito da Caixa?

Por que solicitar empréstimo pessoal Caixa?

Você já deve saber que a Caixa Econômica Federal é uma das maiores empresas financeiras de todo o Brasil, não é mesmo? E isso é importante para entender porque esse banco oferece ao mercado as melhores opções de crédito.

Então, uma das vantagens que se poder ter ao solicitar o empréstimo pessoal na Caixa é o prazo de pagamento, que é bastante flexível, feito em até 60 meses – mas, isso vai depender do seu relacionamento com o banco.

Outra vantagem que vale a pena ser citada é que o banco dispõe de 4 modalidades de empréstimo pessoal, sendo que uma delas pode combinar com o seu perfil para solicitar o empréstimo, confira!

Tipos de empréstimo pessoal Caixa

O Crédito Pessoal Mensal Pré-Fixado tem os juros pré-fixamos e um prazo de pagamento de 1 a 48 meses. Dessa forma, os juros são definidos conforme a taxa em vigor já no ato da sua contratação, ficando fixos ao longo do tempo.

A mesma ideia vale para o Crédito Salário Caixa Mensal Pré-Fixado, com a diferença de que essa opção é para clientes que já recebem salário em conta na Caixa.

Já para quem quer solicitar o empréstimo Pós-Fixado, que tem as taxas de juros cobradas mensalmente a atualizadas periodicamente e mais a TR (Taxa Referencial), a opção é o Crédito Pessoal Mensal Pós-Fixado ou o Crédito Salário Caixa Mensal Pós-Fixado.

A grande diferença entre o pré-fixado e o pós-fixado, além da cobrança das taxas, é o fato de que no pós-fixado o prazo de pagamento é de 4 a 36 meses enquanto que o pré-fixado vai de 1 a 48 meses, o que pode influenciar, inclusive, no valor das parcelas.

Cuidado com as tarifas do empréstimo pessoal

Antes de solicitar o seu empréstimo pessoal em qualquer banco, você precisa ficar atento às tarifas, taxas, impostos, custos e encargos que poderão ser cobrados na sua solicitação e posteriormente a sua aprovação.

Você já sabe que ao solicitar um empréstimo sempre vai pagar por ele mais do que o valor que terá direito a usar. Em um exemplo hipotético, se você solicitar empréstimo de 5 mil reais, ao longo do tempo, vai acabar pagando 6 mil reais ao banco.

Esse valor a mais é a taxa de juros que acrescida no valor totalmente do seu empréstimo e é uma cobrança comum, normal, prevista em lei. Porém, o cuidado aqui é para você não ser pego de surpresa e acabar pagando muito mais do que imaginou.

Pensando nisso, a Caixa Econômica lançou um Livre de Tarifas Bancárias que mostra esses custos que você poderá ter depois que solicitar o empréstimo pessoal. Para você entender melhor, tem o cadastro, que é feita na sua abertura da conta e pude custar 2% sobre o valor do empréstimo, por exemplo.

Então, é importante que você leia o Livreto de Tarifas Bancárias da Caixa antes de solicitar o empréstimo.

Empréstimo Pessoal Caixa Econômica Federal: descubra como contratar 

As taxas da Caixa Econômica Federal

Agora, especificamente sobre as tarifas que podem ser cobradas pela Caixa Econômica Federal, considere que existe um documento oficial chamado de Tabela de Tarifas de Serviços para Pessoa Física, onde estão todos os custos – acesse aqui.

Por exemplo, além do cadastro de crédito que pode ser de 2% sobre o valor do empréstimo, ainda tem a confecção do cadastro, caso você não seja correntista, que pode custar R$ 30. Para créditos emergenciais, a tarifa é de R$ 57,9.

E ainda tem os impostos, como o PIS (0,65%), o COFINS (4%), o ISS (de 2% a 5%) e o IOF (0,0082% ao dia + 0,38% de alíquota). Com tantos números, torna-se imprescindível que você analise as taxas e as tarifas antes mesmo de solicitar o seu empréstimo pessoal na Caixa.

Aliás, a própria Caixa informa que “a cobrança do IOF acontece no ato da contratação e as cobranças das tarifas estão acordadas com a tabela de tarifas vigente”.

Solicitar empréstimo pessoal Caixa

Agora que você viu todas as vantagens que se pode ter depois que solicitar o empréstimo da Caixa e viu também a importância de analisar todas as taxas que podem ser cobradas antes, durante e depois da contratação do crédito, resta saber como solicitar o empréstimo.

O fato é que existem vários canais de comunicação para você buscar informações sobre o empréstimo pessoal, como o telefone (0800-726-0101), o canal por e-mail (clique aqui) e as redes sociais.

No entanto, na hora de solicitar o empréstimo, ver todas as condições e contratar o crédito, o consumidor precisará se deslocar até uma das agências da Caixa portando os documentos pessoais para passar pela análise do score financeiro.

Se você não sabe qual é a agência mais próxima da sua casa, não se preocupe, clique aqui.

Requisitos para solicitar empréstimo pessoal

Agora que você já sabe como solicitar o empréstimo pessoal da Caixa, vamos saber se você dispõe de todos os requisitos básicos para isso: ter mais de 18 anos e levar os seus documentos pessoais, tais como CPF, RG, comprovante de renda e de residência.

Atente-se ao fato de que apenas levar os documentos para solicitar o empréstimo não garante a sua aprovação, já que o banco faz uma análise do seu score financeiro, o que é primordial para a aprovação do pedido.

Com informações da Caixa Econômica Federal