Essas dicas podem ajudá-la a criar uma rotina de sono do bebê

Um bebê com uma rotina de sono desregulada pode trazer muita dor de cabeça para os pais. Principalmente, para as mamães que, na maioria das vezes, é a favorita do bebê e fica mais tempo com ele durante os seus choros e brincadeiras noturnas. Então, para auxiliar você com a rotina de sono do bebê, vamos falar sobre algumas dicas preciosas.

E não se engane! Todas essas técnicas são comprovadas por especialistas na área, portanto, certamente elas irão ajudar você. Mas, lembre-se: sempre adapte cada técnica para a sua realidade.

Então, continue a leitura e veja por si só como a atitude correta certa pode fazer o seu bebê ter o seu sono no período certo. Acompanhe!

Essas dicas podem ajudá-la a criar uma rotina de sono do bebê
Foto: (reprodução/internet)

1. Não subestime o poder de uma rotina

Mesmo que não pareça, ter uma rotina durante o dia a dia para um bebê é muito importante. Afinal, com uma rotina estabelecida, o pequeno se sente seguro e mais tranquilo. De acordo com os especialistas, o bebê já deve ter uma rotina desde o seu nascimento. Ela acaba se tornando mais significativa ainda depois dos 4 meses de vida.

Uma dica que faz toda a diferença é, 30 minutos antes do bebê dormir, diminuir todas as luzes. Essa prática ajuda muito a reduzir os níveis de cortisol do pequeno. Depois, dar um banho, uma última refeição e cantar uma música ou história é o que ele precisa para estar relaxado o bastante para pegar no sono.

Repita esse processo, ou uma adaptação dele, todos os dias. Depois de algum tempo, você vai ver que o bebê vai dormir muito mais facilmente. Com isso, a rotina de sono do bebê acabará sendo bastante consistente.

2. Qualidade é melhor que quantidade

Com os pais trabalhando durante o dia, é muito comum que as crianças queiram ficar até mais tarde para aproveitarem mais tempo com eles. Entretanto, isso não é saudável, já que o mais apropriado é que o bebê durma antes das 8 horas da noite.

Para aproveitar o tempo de maneira saudável com a sua criança, foque na qualidade do tempo, brincando com ela, cantando músicas ou lendo para o seu filho. Fazer esse tipo de atividade por uma hora já é muito mais proveitoso do que só assistir televisão por horas com sua criança.

3. Calma, está tudo bem

Durante o sono à noite, o bebê pode gemer e dar suspiros, o que não quer dizer que esteja acontecendo alguma coisa. Isso é normal, e só quer dizer que ele está se acomodando. Por isso, não interfira em seu sono nesses momentos.

No entanto, os pais costumam se assustar com os barulhos que os bebês fazem e vão direto pegá-los no berço. Isso acaba fazendo eles acordarem, e, muitas vezes, fica difícil fazê-lo dormir novamente.

Portanto, antes de pegar o bebê, verifique se ele está ou não com os olhos abertos, ou se está chorando. Caso esteja, realmente poderá haver uma dor ou desconforto, o que dá para saber também pelo volume do choro.

4. Cada um é cada um

Mesmo que haja semelhanças significativas entre todos, cada bebê é diferente. Então, uma técnica que funciona muito bem para um bebê pode não funcionar com outro.

Algumas crianças, por exemplo, são mais grudadas com os pais, e não suportam ficar longe deles, estranhando outras pessoas com mais facilidade. Enquanto isso, outras não tem problema nenhum em ficar com estranhos.

Por isso, não fique se culpando se não conseguir aplicar uma técnica, visto que o seu bebê, naturalmente, pode não ter se adequado aquela a ela.

5. Barriga cheia e sono duradouro

Com refeições regulares durante o dia, o bebê irá necessitar menos de lanches noturnos. Acostume o seu bebê com uma boa rotina de refeições e vai ver que ele irá dormir mais tranquilamente sem acordar para mamar.

Se o seu bebê estiver mamando muito no peito durante a noite, talvez ele esteja usando-o como chupeta. Então, encontre alternativas para o bebê.

6. Cochilo é fundamental

Pode parecer contraditório, mas um cochilo noturno pode ajudar a criança a dormir à noite. Isso porque, quando o bebê está muito cansado à noite, poderá se sentir superestimulado, o que fará com que ele chore ao invés de dormir. Para se ter uma ideia, bebês com menos de 6 meses precisam de cerca de 5 sonecas por dia, enquanto os mais velhos de até 3.

Desse modo, de forma alguma prive o bebê de sono durante o dia. Por outro lado, faça com que ele durma na medida certa.