Descubra como comprovar a renda do MEI ou autônomos com o Decore!

Você que é MEI (Microempreendedor individual) ou autônomo já deve ter se perguntado muitas vezes sobre como pode fazer para comprovar a sua renda, não é verdade? Se você não sabe como fazer isso, acredite: é mais simples do que parece!

Tem um documento importante e muito usado no mercado que é chamado Decore! É sobre ele que vamos falar neste conteúdo, acompanhe! E leve em conta que ele é o mais usado para comprovação de renda de MEIs e de autônomos.

Descubra como comprovar a renda do MEI ou autônomos com o Decore! 1

Por que comprovar renda?

Todo microempreendedor individual sabe que é difícil comprovar os seus ganhos mensais ou mesmo anuais, afinal muitos dos ganhos que entram são de de maneira informal, isto é, sem nota fiscal, por exemplo.

Por outro lado, comprovar a renda é muito importante para várias situações… Como, por exemplo, quando você quer solicitar o empréstimo no banco para poder e turbinar o seu negócio.

E daí por diante existem várias situações que você tem que comprovar a sua renda e não tem como, ou melhor, não sabe qual é a melhor forma de fazer isso. Afinal, você é MEI e as regras são bastante diferentes para quem tem uma carteira assinada, não é?

Enfim, para quem não tem uma carteira assinada, o jeito mais simples que existe para poder comprovar a renda é com o Decore.

O Decore!

A declaração comprobatória de percepção de rendimentos, Decore, é um documento emitido por um contador, utilizando o portal do conselho federal de contabilidade. Portanto, somente de forma eletrônica ele pode ser emitido.

E não existe mais o que a gente conhecia como “cartinha assinada pelo computador”. Agora, ele é um documento eletrônico, mas na prática é a mesma coisa! E serve pra você poder comprovar a sua renda, especialmente se você é MEI ou autônomo.

Onde fazer o Decore?

É importante dizer que o microempreendedor individual deve procurar um contador para a emissão da Decore e, no contador, deve apresentar os documentos de maneira correta.

E o motivo é bem simples: uma declaração falsa por parte do comprador pode fazê-lo responder pelo crime de falsidade ideológica. O que dá uma pena e tanto, tá bom?

No contador, junto com você devem estar os documentos de comprovação de renda, que podem ser: a escrituração do livro diário ou caixa, o extrato bancário, a cópia das notas fiscais emitidas e um comprovante de pagamento do imposto de renda.

Vale lembrar que somente com extrato bancário não é possível emitir decore hoje em dia. Mesmo porque a emissão de notas fiscais é feita de maneira eletrônica, o que facilita muito a vida do MEI.

A importância das notas fiscais!

O MEI deve ter em mente que no futuro, caso precise comprovar renda por meio do Decore, o contador vai exigir essas notas fiscais, ao passo que elas se tornam importantes como documentos de comprovação de trabalho.

Mas, ainda hoje em dia nem todo MEI faz a emissão, o que pode ser um erro no futuro. Para resumo de tudo isso, se você é microempreendedor individual e uma pessoa que não consegue comprovar sua renda, saiba que basta ir lá no contador que ele emite o Decore para você!