Veja essa dica simples para controlar o fluxo de caixa da sua empresa

Veja que controlar o fluxo de caixa da sua empresa é uma peça chave para o sucesso no fim do mês. Naturalmente, se você não tem esse controle, as contas vão atrasar, você vai perder dinheiro e tudo pode começar a dar errado, infelizmente.

Afinal, diga você mesmo: qual foi o momento mais difícil que você enfrentou na sua trajetória de empreendedor? Um grande número de MEIs, por exemplo, vão dizer que foi o controle do fluxo de caixa.

Veja essa dica simples para controlar o fluxo de caixa da sua empresa 1

É por isso que vamos falar disso agora mesmo!

O que significa controlar o fluxo de caixa?

Se tem algo que tira o sono de verdade do empreendedor é quando ele tem alguma fatura atrasada, isto é, que empresa não pagou.

Porque a ideia é a mesma para as pessoas, enquanto pais de família ou responsáveis pelo grupo familiar: a conta atrasada significa o corte de algum serviço ou o pagamento de juros, o que é péssimo!

No fluxo de caixa de uma empresa, isso significar que pagar ou não pagar aquele boleto é importante. Mas, e quando não se tem dinheiro para isso? É por isso que é preciso ter fluxo de caixa.

O fluxo de caixa é como uma reserva que a gente tem. Mas é uma reserva para um curtíssimo prazo de tempo: é pagar a conta sabendo que você vai receber o dinheiro, advindo das vendas.

E isso vale para todas as empresas!

A empresa grande, por exemplo, ela pode até ter a verba no caixa, mas se ela é desorganizada ou muito “esquecida” o não pagamento das contas vai trazer problemas.

E o problema é que a gente tem o mau hábito de fazer vistas grossas para isso.

O que é importante de ver é que no caso de empresas os pagamentos podem ser parcelados ou mesmo jogados para frente, para daqui 120 a 180 dias.

E isso pode ser bom, mas a conta está lá e você tem que ganhar, entende?

No caso das empresas, especialmente as pequenas empresas, uma boa dica é ficar de olho na inadimplência do cliente. Porque se o cliente não te paga você fica sem recurso para pagar o seu fornecedor.

Como lidar com a inadimplência dos clientes?

O simples fato de cobrar caro não resolve, já vamos adiantar.

Todo mundo fala isso porque o valor está embutido no custo que vai para o consumidor. Uns acabam pagando pela falha do outro, sabe?

Agora, ao mesmo tempo, é preciso cobrar a mais no seu produto, sem dúvidas.

Isso tem a ver não apenas com os juros que você vai ganhar, mas com ter essa tal de reserva para custear as suas compras também.

Então, isso quer dizer que quanto maior o número de clientes, melhor porque mais giro você vai ter.

A dica aqui é justamente essa: pensar melhor no preço do seu produto e pensar em formas de ter uma quantidade maior de clientes também.

Esses 2 itens farão a diferença para ter o melhor controle do seu fluxo de caixa.