Aprenda a consultar o seu extrato com o Serasa

O Serasa lançou uma matéria bem legal ensinando algumas técnicas para consultar o extrato bancário sem erros. Afinal, você sabia que o extrato bancário pode te ajudar muito a controlar as suas finanças.

É verdade porque através dele você sabe tudo que entrou e tudo que saiu da sua conta. É uma forma de ver o “vai-e-vem” da sua conta. Sendo que o ideal é sempre vir mais do que ir, né, amigos.

Aprenda a consultar o seu extrato com o Serasa 1

E isso é muito útil para o controle das contas e do orçamento financeiro, principalmente, se você não é daquelas pessoas que anotam tudo o que gasta, como deveria fazer.

Aí então que vamos passar um pouco do que o Serasa ensinou sobre como fazer essa consulta do extrato bancário. Bora aprender um pouco e de forma simples?

O que é extrato bancário?

Antes de tudo, vamos entender uma coisa bem básica: o que é o extrato bancário?

O extrato é o documento que reúne todas as informações referentes à uma determinada conta bancária, de alguma pessoa com CPF e referente também à alguma instituição financeira.

Com o extrato bancário, o cliente do banco ou da conta consegue avaliar a sua movimentação financeira e saber qual a situação da sua conta.

E, atualmente, existem três tipos de extrato: o COMUM (que permite analisar um período determinado), o MENSAL (que pode ser uma versão impressa e enviada pelo banco) e o ANUAL (que tem o envio obrigatório e não pode ser cobrado pelo banco).

Como consultar o extrato?

Sabendo disso, vamos para o ponto crucial e mais importante deste conteúdo. Também é comum hoje em dia que existam várias formas de consultar o extrato bancário.

Sendo que com tanta tecnologia disponível, a mais prática é pelo app ou pelo site do banco. Já que isso é online e não tem custos e pode ser feito de casa e em qualquer hora do dia. São várias vantagens.

Outra coisa é que também dá para consultar o extrato bancário por telefone. Aí, nesse caso, você liga para o banco e segue as orientações que são passadas pelos atendentes.

Você pode ainda tirar o seu extrato pelo caixa eletrônico e você pode optar por receber o extrato bancário todo os meses na sua casa. Não é opção mais ecológica, mas é uma opção disponível aos clientes dos bancos.

O que significam as siglas dos extratos?

Quando você pega o papel impresso ou abre o seu app na opção de extrato pode não ser muito fácil de entender o que significa aquilo que estão escrito lá. Afinal, existem alguns códigos em um monte de valores que ficam meio abreviados, né.

Por isso, separamos aqui uma lista bem legal das siglas para você entender.

A letra maiúscula D ou o sinal negativo (-) significa algo como “Débito”. Ou seja, nada mais é do que a saída de dinheiro da sua conta. O contrário da letra maiúscula C ou do sinal positivo (+), que significa “Crédito” ou algo como entrada de dinheiro na conta.

Do lado das contas, temos o C/C, que é Conta Corrente e também o C/I, que é o mesmo que Conta Investimento ou pode ser também conta poupança.

Nas transferências, o que temos é TB, que nada mais é do que Transferência Bancária e também o TBI, que se traduz como Transfêrencia Bancária via Internet. Tem ainda o TED ou DOC, que nada mais é do que Transferências entre Bancos Diferentes feitas de forma eletrônica.

“Dep.Ch” é Depósito em Cheque, “Dep. Dinh” é Depósito em Dinheiro, “Cheque Prescrito” é o cheque que perdeu o prazo de apresentação de 6 meses.

Tem ainda aquelas siglas sobre pagamentos de boletos bancários, que podem vir como PGTO, PAG, PAGTO ou PG COBRANÇA.

“DA” é débito automático, “IOF” é Imposto sobre Operações Financeiras e “TRF” ou “TAR” é o mesmo que Tarifa Mensal de Serviços. Já “ENC” é quando as tarifas são lançadas com Encargos.