Como tornar o celular uma ferramenta saudável para crianças

O uso do celular acabou se tornando um problema nas famílias, principalmente quando falamos das crianças. É muito comum vermos os pequenos vidrados na tela do celular. Alguns deles usam com mais frequência do que os próprios adultos. 

Se você tem criança em casa e identificou que ela passa muito tempo no celular, talvez seja a hora de se perguntar quais os impactos da má administração do aparelho. Apesar dos prejuízos, existem formas de tornar o celular uma ferramenta saudável na infância. 
 

Como tornar o celular uma ferramenta saudável para crianças
Fonte: (Reprodução/Internet)

Os tópicos que iremos abordar neste artigo são:

  • A importância da educação digital;
  • O que psicólogos falam do assunto;
  • Dicas para usar o celular de forma saudável na infância; 
  • O que a OMS recomenda.

A importância da educação digital 

Atualmente, a educação digital é sim um assunto necessário. Com o aumento do uso da tecnologia e o acesso precoce de aparelhos eletrônicos pelas crianças, ensiná-las quando e como podem utilizar é importante. 

Como tornar o celular uma ferramenta saudável para crianças
Fonte: (Reprodução/Internet)

De acordo com a psicóloga educacional Luciana Motta, entrevistada pelo Gazeta ao Povo, orientar as crianças sobre a utilização do celular é um trabalho coletivo dos pais e dos professores. É um diálogo que precisa acontecer dentro e fora de casa.

Apesar da escola e família exercerem papéis distintos na vida dos pequenos, eles se completam. A profissional afirmou que os pais precisam delimitar com regras claras o uso dos dispositivos. 

A também psicóloga Carolina Lisboa ao Gazeta declarou que o pai e a mãe precisam avaliar se os filhos têm capacidade de gerenciar a tecnologia de forma saudável. Não existe um padrão, essa percepção varia conforme a família. 

Como fazer o uso saudável do celular na infância 

A psicologia e a medicina alertam os pais sobre o uso excessivo do celular na infância. A preocupação chegou até mesmo nos mestres da tecnologia Steve Jobs e Bill Gates, que já declararam limitar o horário dos filhos no uso de computadores. 

Como tornar o celular uma ferramenta saudável para crianças
Fonte: (Reprodução/Internet)

Dito isso, a equipe separou algumas dicas para tornar essa atividade saudável. Você confere tudo abaixo e logo no fim do texto uma recomendação da OMS.

Esteja atento ao que o seu filho faz do celular 

Os pais exercem um papel fundamental na hora de fiscalizar o conteúdo que os filhos estão tendo acesso. Sobretudo quando eles utilizam plataformas que permitem a interação online. 

É importante orientá-los a não compartilhar informações como localização, nome deles ou de pessoas da família. Também, lembre-os de não compartilhar fotos com outros participantes de jogos. 

Como tornar o celular uma ferramenta saudável para crianças

Ou seja, ter um diálogo com as crianças é essencial. Isso ajuda significativamente para que eles saibam usar o celular de forma saudável e consciente. Não basta só proibir e falar o que não pode, o certo é explicá-los o porquê daquela orientação. 

1 – Monte uma tabela 

As crianças tendem a aprender com mais facilidade ao usarem coisas ilustrativas. Por isso, a primeira dica é montar uma tabela com a rotina com desenhos e figuras. Nessa tabelinha, coloque os horários da refeição, tarefas da escola, brincadeiras, incluindo o uso do celular. 

Torne essa disciplina interessante para ela, fazendo com que ela também participe da elaboração dessa tabela. Incentive-a a desenhar as comidas da semana e a elaborar as brincadeiras. 

2- Não deixe celular no quarto 

Uma falha grande dos pais é deixar que os filhos fiquem com o celular no quarto. É muito comum relatos de crianças que ficam até de madrugada jogando ou acessando redes sociais. 

Além de ser prejudicial às vistas, é maléfico ao sono fazendo com que elas se sintam sem disposição no dia seguinte. O recomendado é que crianças entre 0 a 10 anos não tenham aparelhos como celulares, computadores e televisão em seus quartos. 

3 -Monitore o uso de jogos 

Segundo o Manual de Orientação da Sociedade Brasileira de Pediatria, crianças com idade inferior a 6 anos necessitam ser protegidas da violência virtual. Nessa idade, elas não sabem distinguir o que é verdade e o que é fantasia. 

Algumas modalidades de jogo não são indicadas para as crianças. Faça-os se interessar por jogos educativos como caça-palavras ou perguntas e respostas. Atente-se aos games que propagam intolerância e ódio. 

4- Estabeleça horários 

Outro ponto fundamental é estabelecer horários para as crianças utilizarem o telefone. Conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), o recomendado é o uso de no máximo 1h por dia se ela tiver entre 2 a 5 anos.

5- Dê exemplo de bom uso do celular

Ainda, lembre-se que os filhos observam os pais o tempo todo. Por isso, é válido considerar a impor limites a você mesmo na hora de utilizar o aparelho. Portanto, fique atento ao seu próprio uso do celular, sobretudo quando estiver com as crianças. 

Veja o que a OMS diz sobre o assunto

Por fim, em 2019 a OMS publicou um guia recomendando que bebês de até 1 ano de idade não devem ter qualquer contato com telas, sejam elas de celular, tablets, televisão ou computador. 

Segundo a organização, o uso desses aparelhos pode atrapalhar o desenvolvimento motor e cognitivo da criança. Por tanto, não é recomendado que os pais usem desses dispositivos para entreter a criança ou acalmá-la. Afinal, esse artifício é extremamente prejudicial aos bebês.