O governo cortou o seu benefício? Saiba o que você deve fazer!

O famoso pente fino que o governo federal tem feito junto a vários órgãos públicos têm causado uma grande comoção no país. É claro que intuito é ótimo porque visa acabar com as regalias de quem não tem os requisitos para receber boa parte dos benefícios.

Por outro lado, no entanto, esse pente fino está sendo considerado duro demais pelos especialistas e pelos brasileiros. Assim, até mesmo quem tem o direito ao benefício acaba sendo prejudicado ao ser cortado da lista de beneficiário.

O governo cortou o seu benefício? Saiba o que você deve fazer!

Se você está nessa situação, saiba que existem alguns passos para tomar que serão importantes na reativação dos benefícios. Inclusive, você vai poder receber os valores que ficaram atrasados. Saiba mais.

Busque o órgão certo!

A primeira coisa é você entender que dependendo do seu benefício, você tem que ir até um órgão do governo. Isso porque cada órgão é responsável por uma área e alguns benefícios.

A ideia de ir ao lugar certo, de forma rápida, vai evitar que você fica sendo enviado de lugar para lugar, como costuma acontecer.

Então, basicamente, se você tem um benefício de aposentadoria ou pensão, saiba que o órgão responsável é o INSS, o Instituto Nacional do Seguro Social. Já se tem o Bolsa Família, o ideal é procurar o CRAS (Centro de Referência a Assistência Social) da sua cidade, por exemplo.

Descubra o motivo da sua exclusão!

Outra coisa é você descobrir o motivo que você foi excluído da lista de beneficiários. É bem comum que, nessa altura do campeonato, o motivo tenha sido o pente fino do governo, que achou que você não tem direito ao benefício.

Mas, também pode ser uma simples falta de cadastrou ou comprovação de dados. Isso porque de tempos em tempos é preciso enviar comprovantes para manter-se no direito de ter tais benefícios. Então, busque saber o seu motivo de exclusão.

Resolva o seu problema!

Depois que você ficou sabendo do motivo da sua exclusão, aí o próximo passo é tentar resolver de alguma forma. Se for a falta de um documento, obviamente, você tem que encontrar tal documento para se manter ativo no cadastro do governo.

Agora, se for a questão de o governo ter excluído por achar que você não tem mais direito, cabe a você comprovar o contrário. E, para isso, pode até ser que você tenha que entrar com um advogado. E hoje dá para buscar a ajuda pública, da defensoria pública, que é gratuita.

É claro que nem sempre vai ser fácil resolver o seu problema, mas é somente indo atrás do seu direito que você vai ter sucesso.

E se eu não tiver mais direito?

Obviamente, você realmente não vai ter como resolver o seu problema se não estiver enquadrado na lista de quem tem direito aos benefícios, né. Aí, não tem muito o que fazer porque acaba sendo injusto mesmo.

Só que se você é uma pessoa correta, que sempre lutou de forma justa por seus direitos, é bem provável que o governo tenha feito um corte errado do seu nome. Aí, seguir esses passos pode te ajudar e muito na resolução da questão.