Aprenda a fazer pratos divertidos junto com as crianças

Não é novidade que os horários de refeição podem ser um verdadeiro desafio para os papais de plantão. Principalmente quando o prato do dia tem verduras e legumes, o que normalmente não é bem visto pelas crianças. 

Mas, nem tudo está perdido. Existem algumas formas de tornar as refeições saudáveis mais atrativas aos olhos dos pequeninos. É interessante implementar algumas estratégias, até mesmo para que a criança não se torne um adulto cheio de dedos para comer. 

Aprenda a fazer pratos divertidos junto com as crianças
Fonte: (Reprodução/Internet)

Confira o que iremos falar sobre pratos divertidos:

  • Alimentação saudável na infância;
  • Como devem ser as refeições?;
  • Dicas para montar pratos coloridos;
  • Vídeo com receitas;
  • Para melhorar a dinâmica em casa.

Alimentação saudável na infância

A alimentação das crianças e adolescentes precisa levar saúde e crescimento para o corpo, o que nos faz entender o porquê os alimentos precisam ser saudáveis. Consequentemente, com o hábito de se alimentarem corretamente, as crianças estão se prevenindo doenças.

Aprenda a fazer pratos divertidos junto com as crianças
Fonte: (Reprodução/Internet)

Uma alimentação sem disciplina, tanto no sentido de horários como referente à ingestão de nutrientes, pode acarretar problemas ainda na infância como obesidade, anemia, deficiência de ferro e cáries.

Quando falamos a longo prazo, as más refeições podem incentivar o desenvolvimento de doenças cardíacas, hipertensão, diabetes, câncer, entre outras enfermidades. Por isso, quanto mais cedo implementar bons alimentos na vida das crianças, maiores serão os benefícios futuramente. 

Como devem ser as refeições?

O recomendado por profissionais da saúde é que as refeições das crianças devem ser compostas por comida preparada em casa e ingredientes frescos. Produtos processados podem ser utilizados de vez em quando ou nunca utilizados, a depender da escolha dos pais. 

O importante é que a ingestão de alimentos industrializados, aqueles considerados como não sendo comida de verdade como por exemplo biscoito recheado, sejam monitorados pelos pais. Alguns cuidados devem ser tomados quando o assunto é bebês.

Selecionando os alimentos

Segundo a nutricionista Marina Ferrari, em entrevista ao portal da Hemocord Biotecnologia, os alimentos sólidos podem ser inseridos na alimentação dos bebês somente a partir dos seis meses. 

A profissional destacou também que é importante a variedade de alimentos no dia a dia. Isto significa que não é interessante o almoço ter apenas carboidrato. Veja quais grupos alimentares devem compor as refeições das crianças e alguns exemplos de alimentos:

  • Construtores: leite, ovos, carnes, queijo e iogurte natural;
  • Energéticos: pães, massas, cereais, batata e arroz;
  • Reguladores: folhas, vegetais e frutas. 

Descubra como fazer pratos coloridos

Sabia que é possível tornar mais fácil a hora da refeição dos pequenos? Basta integrar as crianças na hora de montar os pratos, tornando essa atividade didática para elas. Assim a missão de fazê-los comer legumes e verduras pode ser executada com sucesso. 

Aprenda a fazer pratos divertidos junto com as crianças
Fonte: (Reprodução/Internet)

Na hora de preparar a refeição, chame-os para montar o prato utilizando o que a criança mais tem nessa fase: a criatividade. Com ingredientes saudáveis bem coloridos como cenoura e berrava e alface, eles conseguem fazer moldes como flores, árvore, sol, entre outros. 

Lembre-se que as crianças são extremamente visuais. Elas gostam de cores, diversão e imagens bonitas. Com essa composição, elas ficaram ansiosas para comer os alimentos super coloridos que elas montaram. 

Use alimentos simples 

Para começar, utilize alimentos simples e que você pode encontrar em casa como feijão, arroz, salada, carne vermelha ou de frango e ovo. Olhe o exemplo desse palhacinho abaixo: 

Aprenda a fazer pratos divertidos junto com as crianças
Fonte: (Reprodução/Internet)

Para fazê-lo só será necessário arroz, carne, alface, tomate, cenoura e azeitona. Atente-se em deixar os alimentos que precisam ser cozidos prontos e cortados, o papel da criança nesse momento é apenas a montagem do prato. 

Sanduíches são uma ótima opção 

Além das refeições para almoço e jantar, os lanchinhos podem ser ainda mais práticos para as crianças fazerem. No exemplo abaixo, foi utilizado pão de forma, pepino, salame, queijo, azeitona, tomate e folhagem. Em apenas um prato, a criança terá vários nutrientes.

Aprenda a fazer pratos divertidos junto com as crianças
Fonte: (Reprodução/Internet)

Almôndegas com carinhas

Outra alternativa que pode ser prática e rápida é montar um prato com macarrão talharim, ou qualquer outro macarrão, almôndegas, alface, cebola, cenoura, queijo, salsinha e pedacinhos de azeitonas pretas ou verdes. 

Com esses ingredientes é possível fazer um ninho de almôndegas. As crianças se divertirão muito montando essa refeição. São personagens que podem ser facilmente modelados pelos pequenos, sem contar que o prato tem folhas incentivando ainda mais a ingestão de alimentos saudáveis.

Aprenda a fazer pratos divertidos junto com as crianças
Fonte: (Reprodução/Internet)

Vídeo de receitas divertidas

Além dessas dicas para montar pratos divertidos com as crianças, separamos o vídeo abaixo com um passo a passo ensinando outras receitas coloridas. Confira abaixo:

Para melhorar a dinâmica em casa

De acordo com a nutricionista Andreia Ivachuka, em exclusividade ao portal G1, as crianças têm seu hábito alimentar formato até os dois anos. Logo, depois dessa fase a missão de ensiná-los a comer de forma saudável pode ser uma missão ainda mais difícil. 

Portanto, o ideal é que os pais se esforcem em levar cores para as alimentações dos filhos. Além de desenvolver uma abordagem tranquila, sem forçá-los. O segredo está em fazer as crianças se interessarem pelos alimentos. Para isso, a apresentação do prato conta muito.