Você sabia que antecipar o imposto de renda pode ser uma armadilha?

É só falar em imposto de renda que muitos bancos, especialmente aquele onde você tem a sua conta salário, começa a oferece a antecipação do benefício. Mas, será que essa é uma boa ideia para você?

Neste artigo vamos explicar exatamente o que é isso e quais cuidados você deve ter na hora de solicitar esse empréstimo, que está disponível em praticamente todos os grandes bancos.

Você sabia que antecipar o imposto de renda pode ser uma armadilha? 1

O que o imposto de renda?

É importante entender o imposto de renda antes de tudo. Então, saiba que trata-se de uma retenção na fonte, ou seja, no seu salário. Resumidamente, é o valor que retido pelo governo federal.

Ou seja, nós tivemos um ganho menor em virtude de uma tributação. Vale observar a tabela do imposto de renda utilizada pelo governo que aliás faz muito tempo que não é corrigida. Outro ponto de atenção é sobre a correção desse valor retido.

O que é a malha fina?

Mas, vamos direto ao ponto: e se eu não cair na malha fina?

A malha fina nada mais é do que o governo analisar  aquilo que você declarou, através do cruzamento de informações. Aí, eles podem entender que você está com problemas porque pagou menos impostos do que deveria.

Assim, se não tiver de acordo com o que você, o governo, através da Receita Federal, vai dizer que você caiu na malha fina.

E aí que mora o perigo!

A antecipação do imposto

O problema dessa antecipação do imposto de renda é quando você faz a negociação com uma instituição financeira, você está antecipando esse dinheiro que poderia chegar nos lotes até dezembro.

Só que se você fizer isso e cair na malha final, significa que o banco não vai esperar passar de dezembro para você receber o valor… E você vai ter que achar um jeito de pagar o empréstimo.

Então, o banco vai lança um débito na sua conta corrente no total deste empréstimo, ou seja, desta antecipação que você fez lá atrás.

O péssimo detalhe é que as taxas de juros não serão aquelas que você negociou quando algum garantida a restituição. Os juros, certamente, serão de crédito pessoal, o que significa que serão altos.

Uma nova negociação

Por fim, não te resta alternativas a não ser fazer uma nova negociação lá naquela instituição financeira que te emprestou o dinheiro.

Por isso, sempre se pergunte quando é interessante antecipar ou não a minha restituição do imposto de renda?

É importante que você tenha a consciência do que te levou a necessidade de buscar por esse crédito. Pode ser que você esteja em um momento pontual da sua vida e realmente teve um desequilíbrio financeiro momentâneo.

Mas, as vezes, você já vem com problemas de desequilíbrio financeiro há algum tempo. Então, antecipar esse dinheiro pode ser mesmo até outra armadilha.

Agora, se for pontual, como para quitar o cheque especial estourado ou quando não conseguir pagar a fatura do cartão de crédito, aí a antecipação do imposto de renda pode ser bom para você.