Alimentação do bebê: saiba o que é necessário em cada fase do desenvolvimento

Todos sabem que a primeira fase de vida de um bebê deve ser regada com leite materno. Contudo, muitas pessoas têm dificuldades na hora de começar a introdução alimentar de seus filhos. Por isso, resolvemos listar o que é mais necessário de se introduzir em cada fase do desenvolvimento da criança.

Esse período do primeiro contato com o alimento é essencial para a criação de hábitos alimentares saudáveis. É o momento ideal para os pais começarem a estimular seus filhos a se alimentarem corretamente. Confira o que descobrimos com base em uma cartilha da Unicef.

Alimentação do bebê: saiba o que é necessário em cada fase do desenvolvimento
Fonte: (reprodução/internet)

A importância da alimentação saudável

Esta primeira etapa da introdução alimentar é fundamental para o desenvolvimento das crianças. A Federação Mundial de Obesidade alerta para a obesidade em crianças e adolescentes. Estimam que o número de jovens com sobrepeso é de 220 milhões e em uma década deve saltar para 268 milhões.

Alimentação do bebê: saiba o que é necessário em cada fase do desenvolvimento
Fonte: (reprodução/internet)

Por motivos como este, a introdução de alimentos saudáveis desde a primeira infância é essencial para evitar problemas futuros de saúde como diabetes tipo 2, hipertensão, problemas cardiovasculares e ainda pode evitar o acúmulo de gordura no fígado.

A alimentação deve ser introduzida a partir do sexto mês de vida dos pequenos, confira abaixo quais são os alimentos mais adequados para cada fase de desenvolvimento do seu bebê. As informações foram retiradas da cartilha da Unicef que é um ramo das Nações Unidas focada na infância.

Até os seis meses, somente amamente

O leite materno é a alimentação ideal para crianças até seis meses de idade. Ele sozinho, é capaz de fornecer todos os nutrientes necessários para um bebê nesta faixa. Não é preciso introduzir alimentos como chá, suco e até mesmo água são dispensados nessa fase.

Alimentação do bebê: saiba o que é necessário em cada fase do desenvolvimento
Fonte: (reprodução/internet)

Apesar da inserção de alimentos a partir do sexto mês, a amamentação deve continuar até que a criança atinja os dois anos de idade. Não existe o que chamam de “leite fraco”, a mãe que achar necessário pode fazer complementação da amamentação com uma fórmula, mas antes disso deve consultar um pediatra.

Comece a introduzir alimentos a partir dos seis meses

Inicie a alimentação do seu bebê por meio das três formas mais indicadas, são estas os caldos, purês e sopas, papas de fruta também podem ser inseridos de forma lenta neste período.

Alimentação do bebê: saiba o que é necessário em cada fase do desenvolvimento
Fonte: (reprodução/internet)

Confira quais são os alimentos ideais para cada forma de preparo:

  • Caldos, sopas e purês de legumes: batata, abóbora, cenoura, batata-doce, couve-flor, cebola e chuchu. Esses alimentos são ricos em minerais, vitaminas e fibras, ideais para a alimentação;
  • Papas e purês de frutas: as melhores alternativas para lanches da manhã e tarde, raspe frutas ou as amasse, elas podem até ser cozinhas, mas vale ressaltar que nunca se deve adicionar açúcar. As mais ideais para a alimentação sólida são maçãs, peras, mamões, mangas e goiabas.

Maturidade fisiológica

Assim que a alimentação semissólida é inserida na rotina das crianças, é preciso a introdução de água em intervalos. Lembramos que a inserção dos alimentos deve ser lenta e paciente, não é recomendado que mães forcem a alimentação.

Alimentar as crianças quando elas de fato tem fome. A alimentação semissólida não deve substituir a amamentação, mas sim complementar. Essa primeira etapa é conhecida como a inserção de alimentos de transição.

Triture alimentos a partir dos oito meses

Aos oito meses de idade, o organismo da criança encontra-se mais preparado para receber os alimentos que são feitos para toda a família, eles devem ser triturados ou amassados para que a criança não engasgue, os alimentos também devem conter menos temperos.

Alimentação do bebê: saiba o que é necessário em cada fase do desenvolvimento
Fonte: (reprodução/internet)

Mais informações sobre esta etapa

O início da alimentação semissólida deve ser realizada gradativamente, isto é, de forma lenta. Essa introdução consiste em uma complementação alimentar e não substituição, na primeira etapa da introdução, é preciso que a quantidade de alimentos seja pequena.

Por ser pouca a alimentação, não é errado que as mães ofereçam a amamentação se necessário. Assim que as crianças começarem a se alimentar com elementos além do leite materno, é preciso começar a inserir água em suas rotinas alimentares. De preferência sempre filtrada e tratada.

Alimentos ideais para esta fase

Confira na lista abaixo as melhores combinações de alimentos saudáveis para os bebês nesta primeira fase de alimentação:

  • Peixes, batatas e couve;
  • Frango desfiado, mandioca e quiabo;
  • Tomate, lentilha e arroz;
  • Fígado de boi, inhame e beterraba;
  • Feijão, cenoura e arroz;
  • Carne moída e folhas verdes picadinhas.
Alimentação do bebê: saiba o que é necessário em cada fase do desenvolvimento
Fonte: (reprodução/internet)

Dos oito meses a um ano

A partir daí a alimentação deve ser rica em proteínas, carboidratos, ferro, frutas, legumes e derivados de leite. As frutas recomendadas são as mais cítricas, ricas em vitamina-C, os sucos podem ser inseridos, mas de preferência pela manhã, a quantidade ideal é de 30 ml, é recomendado que os seguintes alimentos sejam evitados durante esta fase:

  • Açúcar;
  • Mel;
  • Clara de ovo;
  • Alimentos processados e gordurosos.

De um aos seis anos

A partir de um ano de idade, as crianças não necessitam mais receber alimentos semissólidos. Infelizmente, é aí que alguns alimentos começam a ser rejeitados pelas crianças em formação.

Alimentação do bebê: saiba o que é necessário em cada fase do desenvolvimento
Fonte: (reprodução/internet)

Nesta etapa elas já têm conhecimento de alguns alimentos e começam a opinar no que desejam ingerir. Nutricionistas recomendam que alimentos ricos em ferro sejam inseridos na alimentação, carnes suína, bovina, peixe e frango.

Folhas escuras, legumes e vegetais, sucos de frutas são essenciais para os pequenos pré-fase escolar, aos sete anos, carboidratos, azeites e proteínas animais.

Bônus – confira o que um pediatra tem a dizer sobre o tema

Para reforçar as informações disponibilizadas, trouxemos um material preparado por um pediatra, onde são esclarecidas mais dúvidas e questões sobre a introdução de alimentos, assista o vídeo abaixo:

No vídeo acima, o profissional pontua quais são os horários e alimentos ideais para a inserção da alimentação sólida ou semissólida para os bebês em fase de formação.

References

Inserção de alimentosRecusa alimentar na infância: Sintomas e Tratamentos – Tua Saúde