Como administrar o seu negócio e a sua família ao mesmo tempo?

Tempo é dinheiro, você acredita nisso também? Mas, e onde fica a sua família nessa história? A verdade é que com o crescimento do número dos MEIs e a flexibilidade de se abrir uma empresa muita gente tem deixa de lado uma questão importante, a família.

Vamos entender um pouco mais de como se pode controlar ambos os negócios mais importantes da sua vida. E isso vale independente se você é um funcionário público ou tem a carteira assinada em empresa privada ou se é um profissional liberal / autônomo.

Como administrar o seu negócio e a sua família ao mesmo tempo?

Enfim, todos nós somos empreendedores do nosso próprio tempo.

Como empreender o tempo?

É simples: você certamente recebe o seu dinheiro no final do mês ou semanalmente, certo?

Isso tem a ver com o tempo que você destinou ao trabalho e, por estas horas é que você será remunerado. Isso mesmo, ou seja, quem administra o tempo e o dinheiro. Ou vice-versa.

Mas, não necessariamente, a gente acaba sendo dono do próprio negócio, por isso, da importância do tempo em nossas vidas.

Parece difícil entender, mas não é.

Os tempos diferentes!

Agora, tem o tempo do trabalho e do meu negócio, que resulta em dinheiro no fim do mês e também tem o tempo da família.

  • E a pergunta é: quanto você está investindo na sua família?
  • Quanto tempo você está dedicando a sua família?

Será mesmo que você está empreendendo na sua família com os mesmos entusiasmos e esforços que está fazendo isso para o seu trabalho?

Sim, para investir tempo na família também é preciso ter recursos financeiros adequados e será que você está gastando mais do que está recebendo quando o assunto é família?

O tempo da família!

Quais são os seus propósitos e os sonhos da sua família? Assim como no seu negócio, você tem que ter uma missão de vida, com objetivos, metas e tudo mais que for comum à todos.

Essas 2 empresas, família e negócio, estão representadas pelo empreender vitorioso e isso só acontece quando você consegue fazer com elas se relacionam!

Ao mesmo tempo em que elas não podem estar misturadas.

Se você não investir o seu tempo na sua profissionalização, certamente, você estará ganhando menos salário e ganhando menos salário teremos menos sonhos. E, com isso você pode até mesmo estar com os dias contados na sua empresa.

Mas, e se você acabar investindo pouco na sua família, o que será que pode te acontecer? As vezes, temos que colocar os pesos na balança para não viver em um mundo onde apenas o trabalho é que é importante!